Domingo, 19 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

Polícia Quarta-feira, 15 de Maio de 2024, 11:47 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 15 de Maio de 2024, 11h:47 - A | A

ACABOU PRESO

Jovem de 19 anos invade residência alegando ter sido baleado por policiais civis

Em nota, a Polícia Civil informou que estava em diligências contra uma mulher suspeita de traficar drogas, companheira do rapaz, que se alterou ao perceber que a namorada seria presa e arremessou uma pedra contra a equipe policial

SABRINA VENTRESQUI
Da Redação

Um jovem de 19 anos foi preso depois de invadir a residência de uma mulher em Lucas do Rio Verde (331 km de Cuiabá), na tarde desta terça-feira (14), mesmo ferido por dois disparos de arma de fogo que ele alega terem sido feitos por policiais civis. Em nota, a Polícia Civil informou que agentes estavam em diligências contra uma mulher suspeita de traficar drogas, companheira do rapaz, quando ele se alterou ao perceber que a namorada seria presa e arremessou uma pedra contra a equipe policial. 

Segundo o boletim de ocorrência, uma equipe da Polícia Militar foi acionada via 190 e recebeu informações de que um rapaz baleado havia invadido a residência de uma mulher na rua Liberato Salzano Rio Verde. 

No local, a proprietária afirmou que estava tomando banho quando o rapaz chegou todo ensanguentado, dizendo que tinha sido baleado. Assustada, a mulher correu e se abrigou na casa da vizinha. 

Com a anuência da moradora, os militares arrombaram a porta da invadida. Ao entrarem, notaram que o imóvel estava cheio de sangue e o suspeito estava no quarto de casal. Na busca pessoal, nada de ilícito foi encontrado com ele. Já quando questionado sobre os disparos, o rapaz afirmou que tinha sido baleado pela Polícia Civil.

Quando foi informado de que seria levado à delegacia, o suspeito saiu correndo, mas foi recapturado pelos agentes na rua Guaíra. Ele resistiu à prisão e precisou ser contido com arma de choque (taser).

Por causa dos ferimentos, o jovem foi levado a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde recebeu atendimento médico e ficou tutelado pela Polícia Civil, mas não há informações atualizadas sobre seu estado de saúde.

Um boletim de ocorrência foi confeccionado para que as demais providências cabíveis sejam tomadas.

OUTRO LADO

Em nota, a Polícia Civil informou que agentes estavam em diligências contra uma mulher suspeita de traficar drogas. Ela era companheira do suspeito, que se alterou quando notou que a namorada seria presa. Ele, então, arremessou uma pedra na equipe policial. Depois de receber atendimento médico, ele foi preso por resistência, dano, lesão corporal tentada contra agente de segurança pública, violação domiciliar e desobediência.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

"Em relação à ocorrência registrada na terça-feira (14.05), no município de Lucas do Rio Verde, a Polícia Civil informa que policiais da delegacia estavam em diligências de combate ao tráfico de drogas quando avistaram um casal em atitude suspeita.

Em seguida, foi realizada abordagem e durante busca pessoal foi encontrada com a mulher substâncias entorpecentes, razão pela qual foi dada voz de prisão em flagrante.

Ao perceber que a companheira seria conduzida, o suspeito se alterou e passou a intervir na ação policial. Ele arremessou uma pedra contra a equipe, que quase atingiu uma investigadora e acabou atingindo e danificando a viatura.

Diante da alteração, a equipe efetuou disparo de arma de fogo para conter a agressão. O suspeito fugiu e invadiu uma casa onde a moradora assustada, acionou a Polícia Militar. O suspeito desobedeceu às ordens dos militares, que tiveram que arrombar o local e usar uma arma de choque para contê-lo.

Ao ser apresentado pela PM na delegacia, o conduzido foi encaminhado para atendimento médico. Logo depois de receber alta médica, ele foi ouvido e autuado em flagrante pelos crimes de resistência, dano, lesão corporal tentada contra agente de segurança pública, violação domiciliar e desobediência".

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros