Terça-Feira, 31 de Março de 2020, 12h:20

Tamanho do texto A - A+

PP quer adiar filiações

Elza Fiúza/ABr

Urna eletrônica / Eleições


O Partido Progressista (PP) protocolou nessa segunda (30) uma ADI (Ação Direta de Inconstitucionalidade) no STF (Supremo Tribunal Federal) solicitando o adiamento do prazo de desincompatibilização e de filiação partidária, com vistas às eleições municipais deste ano, por 30 dias. O prazo final é até o dia 4 de abril. Em 17 de março, a presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministra Rosa Weber, afirmou que o prazo para filiação “é insuscetível de ser afastado pelo colegiado” por ter de encerrar obrigatoriamente 6 meses antes do pleitoNa ação, os advogados do partido afirmam que a medida se deve à pandemia da covid-19 – doença causada pelo novo coronavírus– que impedem as legendas no Brasil de se reunirem. As informações são do site Poder360. Íntegra da ação do PP

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei







Mais Comentadas