Terça-feira, 21 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,10
euro R$ 5,53
libra R$ 5,53

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,10
euro R$ 5,53
libra R$ 5,53

Nó De Cachorro Segunda-feira, 25 de Julho de 2016, 10:26 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Segunda-feira, 25 de Julho de 2016, 10h:26 - A | A

Monitoramento

O contrato do Governo do Estado com a empresa Spacecomm, responsável pelo fornecimento de tornozeleiras para monitoramento eletrônico de presos, recebeu aditivo de R$ 1.758.526,50. Com isso, o contrato passa a ser de R$ 8.792.625,00.

 

Além do valor, o governo do Estado prorrogou o prazo de vigência do contrato por mais 12 meses,  contados a partir de 10/07/2016. Com isso, o contrato terminará em 09/07/2017.

 

Ambos termos aditivos foram publicados no Diário Oficial do Estado que circula nesta segunda-feira (25). 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Carlos Nunes 25/07/2016

Resta saber quantas tornozeleiras já foram aplicadas...e se tem pessoal disponível para acompanhar a Gestão disso. Isso é o resultado do sistema prisional (cadeias, presídios, etc) já estarem superlotados - NÃO HÁ VAGAS se for prender todo mundo que precisa ser preso. Quanto o cobertor (dinheiro) é curto, se cobre a cabeça, descobre os pés; e se cobre os pés, descobre a cabeça - não dá prá fazer duas coisas ao mesmo tempo. Blairo, Silval, preferiram tornar prioridade estadual a Copa 2014...só para ter 4 jogos em Cuiabá; então investiram tudo o que tinha, e o que não tinha em obras da Copa, Arena Pantanal, e no fantasma do VLT. O certo era para ter investido na Saúde, que salva vidas; e na Segurança, que a conserva, fazendo novos presídios, cadeias, etc. Agora que falta cadeias e presídios para tafuiar tanto bandido...vai de tornozeleira mesmo. Mas a novela continua...vão começar gastando 650 Milhões para retomar a obra do fantasma do VLT; depois que a cidade estiver toda aberta (do Porto ao CPA e do Centro além do Coxipó), vão descobrir que, para fazer BEM FEITO vai custar 650 vezes 3 no mínimo - afinal de contas obra bem feita custa caro, é demorada e é difícil de fazer. O que custa barato é obra marca vote, porcaria, que despenca, afunda, desaba em pouco tempo...tipo a ciclovia do Rio que despencou e até matou gente.

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros