Nó De Cachorro Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2011, 08:00 - A | A

Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2011, 08h:00 - A | A

Mico do Ano

O Governo do Estado republica o Decreto 881 nesta sexta, corrigindo algumas incongruências no texto que foi publicado nesta quinta, que gerou mais confusão do que solução. No novo decreto, segundo fontes palacianas, a expressão "férias coletivas" será substituída por "férias seletivas". Já em entrevista coletiva nesta manhã, o governo vai se fixar em três pontos: 1) O Estado não irá parar, porque apenas parte dos servidores - aqueles com férias vencidas e acumuladas - será forçada a gozar as férias; 2) Os pagamentos dos servidores estão garantidos, com recursos do 13º já depositados em conta específica da Sefaz, para ser pago até o dia 16; e 3) O decreto visa apenas corrigir distorções registradas nos procedimentos de indenização por férias não gozadas, já que o era para ser uma exceção virou rotina. De todo modo, a trapalhada na publicação do primeiro ato  - que gerou repercussão altamente negativa entre os servidores, sindicatos, entidades civis como OAB, comércio em geral, fornecedores e Assembleia - já pode ser considerada o "mico do ano" da adminsitração estadual.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros