Mundo Quinta-feira, 21 de Julho de 2011, 09:16 - A | A

Quinta-feira, 21 de Julho de 2011, 09h:16 - A | A

GELADO

Nevasca no Chile isola mais de 12 mil pessoas

A forte tempestade de neve e a intensa onda de frio deixaram a população sem energia elétrica, sem telefone e até sem comunicação de rádio em várias cidades

PORTAL R7

Chega a 12.624 o número de pessoas isoladas pela mais forte nevasca dos últimos 30 anos que atingiu o sul do Chile, na chamada Novena Región. Já chega á quase 25 mil pessoas afetadas pelo fenômeno nos últimos dias.

O município de Lonquimay foi o mais atingida com 6.500 pessoas isoladas, seguido de Curarrehue com 4.000, Curacautín com 880 e Puren e Pucón, com 350 isolados cada, segundo as últimas estatísticas regionais.

A forte tempestade de neve e a intensa onda de frio deixaram a população sem energia elétrica, sem telefone e até sem comunicação de rádio em várias cidades.

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, declarou como "zona de catástrofe" em localidades como Lonquimay, Curarrehue, Melipeuco, Curacautín, Cunco, Vilcún, Pucón e Villarrica. Assim, suas prefeituras podem receber recursos especiais para enfrentar o problema.

Já foram entregues alimentos para algumas famílias afetadas, que por quase cinco dias ficaram incomunicáveis com a interrupção de estradas rurais. O volume de neve chega a mais de 1 m de altura, informa o La Tercera.

O ministro do Interior, Rodrigo Hinzpeter, anunciou ontem (20) que pediu ajuda às Forças Armadas uma "uma ponte aérea" que permita resgatar e ajudar os milhares de chilenos que estão isolados devido à neve.

Hinzpeter disse também orientou o Ministério de Obras Públicas para que "agilize e disponha toda a capacidade de maquinaria disponível".

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros