Mundo Segunda-feira, 11 de Julho de 2011, 11:02 - A | A

Segunda-feira, 11 de Julho de 2011, 11h:02 - A | A

GUERRA

Em nova guerra, Israel pode ser atingida por 50 toneladas de explosivos

Ministro da Defesa disse que país deve se equipar para interceptar ataque de países inimigos

PORTAL TERRA.

O ministro da Defesa de Israel, Ehud Barak, afirmou nesta segunda-feira que seu país pode ser alvo de disparo de 50 toneladas de explosivos em uma guerra com países árabes.

A declaração foi dada por Barak na Comissão Parlamentar para Relações Exteriores e de Defesa, na qual destacou, segundo a imprensa local, que o exército israelense teria capacidade de responder disparando 1,5 mil toneladas de munição com extrema precisão.

"Existem esforços significativos por parte de exércitos de países árabes de reduzir a capacidade militar das Forças de Defesa de Israel por meio de uma melhora em sua tecnologia aérea", disse o ministro.

Barak defendeu que seu país deve se equipar para conseguir interceptar qualquer ataque procedente de países inimigos, o que em sua opinião "trará uma mudança significativa e positiva ao equilíbrio estratégico de Israel na região".

Tal estratégia poderia exigir um investimento de cerca de 7 bilhões de shekels (1,4 bilhão de euros) e 20 anos de preparação, afirmou Barak. Na comissão parlamentar o ministro israelense também abordou a iniciativa palestina de buscar reconhecimento de um estado independente e membro da ONU em setembro deste ano.

"(Os palestinos) estão trabalhando para conseguir uma massa crítica de estados que apóiem um Estado palestino nas fronteiras de 1967", afirmou, acrescentando em seguida que duvida que consigam.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros