Sábado, 20 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,60
euro R$ 6,10
libra R$ 6,10

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,60
euro R$ 6,10
libra R$ 6,10

Economia Quarta-feira, 10 de Julho de 2024, 09:00 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 10 de Julho de 2024, 09h:00 - A | A

Dólar recua por alívio com IPCA, taxa de Treasuries e Lula

CONTEÚDO ESTADÃO
da Redação

O dólar volta a cair ante o real na manhã desta quarta-feira, 10, acompanhando o movimento externo de apetite por moedas emergentes ligadas a commodities. O mercado de câmbio volta a reduzir posições cambiais defensivas após a alta do IPCA de junho, que ficou abaixo do piso das expectativas do mercado. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reiterou também na terça-feira, 9, que tem compromisso com o fiscal ao defender a redução do déficit público sem comprometer a capacidade de investimento.

Ainda, há influências do recuo externo dos juros dos Treasuries. Os investidores estão no aguardo de depoimento do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, na Câmara dos Representantes americana (11h), antes da publicação do índice de inflação ao consumidor (CPI) dos EUA de junho, na quinta, 11. Mais três dirigentes do Fed falam também nesta quarta: as diretoras Michelle Bowman (15h30) e Lisa Cook (20h30), além do presidente do Fed de Chicago, Austan Goolsbee (15h30). Ainda nos EUA, tem a divulgação de estoques no atacado (11h00)

A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechou junho em 0,21%, ante 0,46% em maio, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado ficou abaixo do piso das estimativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que previam um aumento entre 0,27% e 0,38%, com mediana positiva de 0,32%.

A taxa acumulada pela inflação no ano foi de 2,48%. O IPCA acumulado em 12 meses ficou em 4,23%, resultado igualmente abaixo do piso das previsões dos analistas, que iam de 4,25% a 4,40%, com mediana de 4,34%.

O IGP-M arrefeceu a 0,15% na primeira prévia de julho, após registrar alta de 0,80% na mesma leitura de junho.

O IPC-Fipe, que mede a inflação na cidade de São Paulo, subiu 0,12% na primeira quadrissemana de julho, desacelerando ante o ganho de 0,26% observado no fechamento de junho.

Na agenda do Congresso, é aguardado o início da votação do projeto de regulamentação da reforma tributária no plenário da Câmara. A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado pode votar a PEC que concede autonomia financeira e orçamentária ao Banco Central. Já o plenário do Senado vota o acordo para retomada gradual da reoneração sobre a folha de pagamento de 17 setores da Economia. O governo apresentou a senadores na terça-feira uma nova medida de compensação para a desoneração que inclui o aumento da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), apurou o Broadcast Político.

Às 9h26 desta quarta, o dólar à vista caía 0,45%, a R$ 5,3905. O dólar para agosto cedia 0,66%, a R$ 5,3990.

(Com Agência Estado)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

 

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros