Quinta-feira, 23 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,15
euro R$ 5,58
libra R$ 5,58

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,15
euro R$ 5,58
libra R$ 5,58

Cidades Quinta-feira, 02 de Junho de 2016, 10:36 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quinta-feira, 02 de Junho de 2016, 10h:36 - A | A

EM GREVE

Servidores fazem carreata e bloqueiam BR-364 na luta pela RGA

JESSICA BACHEGA

Os servidores do Executivo estadual realizaram uma carretada pelas ruas da Capital na manhã desta quinta-feira (2) e bloquearam a BR-364 na região do Sinuelo, na saída para Rondonópolis. O congestionamento na região chega a cinco quilômetros. O comboio saiu da Praça Ulisses Guimarães, na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (CPA). 

 

carreata RGA

 

A manifestação visa pressionar o governo para que seja paga a Revisão Geral Anual (RGA) de 11,28%, que já deveria ter sido repassada na folha de maio. 

 

Além da carreata, os servidores das 28 categorias, em greve desde terça-feira (31), irão se reunir em nova manifestação em frente à Secretaria de Gestão (Seges) na tarde desta quinta. Ainda hoje os sindicalistas devem se reunir com o secretário Julio Modesto, para que seja ouvido o posicionamento do Estado, quando à contraproposta dos servidores para o pagamento da recomposição.

 

Na segunda-feira (30), o governo ofereceu aos servidores a proposta para o pagamento de 5% de RGA, sendo 2% pagos em setembro e os 3% restantes em janeiro de 2017.

 

"Uma decepção para todos essa proposta. Esperamos 11,28% e recebemos 5%", disse o represnetante do Fórum, James Rachid Jaudy.

 

Insatisfeitos com a proposta, o Fórum Sindical apresentou ao secretário a alternativa para seja pago os 11,28% em parcelas até o fim deste ano. Os servidores aguardavam uma resposta ainda na segunda, porém Modesto remarcou a reunião para esta quinta, justificando que que o governador Pedro Taques (PSDB) iria se reunir com o presidente interino Michel Temer (PMDB), em Brasília, a fim de tentar negociar as dívidas do Estado, para apresentar uma melhor proposta aos servidores hoje.

 

Se houver entendimento, a greve poderá ser suspensa, caso contrário ela segue por tempo indeterminado. Além das 28 categorias que já pararam e mantém apenas os 30% do contingente para atendimento a população, os Agentes de Tributos do Estado (ATE)  já anunciaram que deflagrar greve a partir de terça-feira (7).

carreata RGA

 

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros