Segunda-Feira, 01 de Junho de 2020, 02h:32

Tamanho do texto A - A+

Leonardo Campos pede licença da presidência da OAB por 30 dias

Por: LUIS VINICIUS

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional de Mato Grosso, Leonardo Campos, anunciou que se licenciou do cargo por 30 dias. O comunicado de “Leo Capataz”, como é conhecido, foi feito na noite de domingo (31) por meio da sua conta pessoal no Instagram.

Assessoria

Leonardo Campos

 Leonardo Campos, presidente licenciado da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional Mato Grosso

O pedido de licença, segundo o próprio Leonardo, foi feito na noite de sexta-feira (29), dois dias após ele ser levado à Central de Flagrantes suspeito de ter agredido a sua esposa, a também advogada Luciana Póvoas. Neste período, o órgão será presidido por Gisela Cardoso, atual vice-presidente.

Na rede social, o advogado disse que se licenciou do cargo para cuidar de assuntos particulares.

“Informo que na última sexta-feira (29/05/2020) protocolei perante à diretoria da OAB-MT um pedido de licença da Presidência da instituição por 30 dias, para tratar de assuntos particulares. A OAB-MT, neste período, será Presidida pela Vice-Presidente Gisela Cardoso, com apoio dos demais diretores, com as orientações do Conselho Seccional”, disse.

No comunicado, o jurista disse que a última semana foi “muito dura” e classificou o caso como uma “discussão de casal”.

“Minhas amigas e meus amigos, como sabem, a última semana foi muito dura para mim e minha família. Uma discussão de casal acabou se tornando pública, com contornos e versões que precisam ser melhor apurados. Como sabem, tomei o cuidado de protocolar perante a OAB-MT um expediente para que a entidade analise o caso e decida como entender mais adequado”, explicou.

Negou agressão

Depois de ser detido, Leonardo Campos negou que tenha agredido a sua esposa. Aos policiais, o advogado alegou que, quando chegou a sua casa, Luciana estava nervosa.

Porém, foi enfático ao negar que agrediu a esposa. “Já em conversa com o senhor Leonardo, o mesmo relatou que chegou em casa e encontrou sua companheira nervosa, porém, nega que tenha a agredido”, diz trecho do documento em que a reportagem teve acesso.

 

Veja a nota na íntegra

 

Minhas amigas e meus amigos, como sabem, a última semana foi muito dura para mim e minha família. Uma discussão de casal acabou se tornando pública, com contornos e versões que precisam ser melhor apurados. Como sabem, tomei o cuidado de protocolar perante a OAB-MT um expediente para que a entidade analise o caso e decida como entender mais adequado.

Feito isso, informo que na última sexta-feira (29/05/2020) protocolei perante à diretoria da OAB-MT um pedido de licença da Presidência da instituição por 30 dias, para tratar de assuntos particulares.

A OAB-MT, neste período, será Presidida pela Vice-Presidente Gisela Cardoso, com apoio dos demais diretores, com as orientações do Conselho Seccional. Espero, sinceramente, que tudo se esclareça. Fraterno abraço, Leonardo Campos.

Leia mais: 

 

Presidente da OAB-MT é solto e nega agressão contra a esposa

OAB-MT vai investigar acusação contra presidente por agressão

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei