Sexta-Feira, 22 de Maio de 2020, 11h:23

Tamanho do texto A - A+

Detento morre com suspeita de coronavírus em MT

Por: WELLYNGTON SOUZA

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) confirmou na manhã desta sexta-feira (22), que um idoso da Cadeia Pública de Alta Floresta (a 800 km de Cuiabá), de 76 anos, morreu na última quarta-feira (20), com suspeita de Covid-19, o coronavírus.

Reprodução

unnamed.jpg

 

A vítima que não teve o nome divulgado, fez dois testes, sendo o primeiro que testou negativo e o mais recente que ainda aguarda o resultado. O homem sofria de doença pulmonar crônica e hipertensão há alguns anos e era acompanhado pela equipe médica da unidade penal.

Conforme a secretaria, na segunda-feira (18), ele foi atendido na unidade com sintomas de gripe, náuseas e vômito, sendo encaminhado ao Hospital Regional de Alta Floresta. Na ocasião, detento fez o teste rápido de coronavírus que deu negativo. O hospital deu alta para o paciente na terça-feira (19).

Já na quarta, ele voltou a se sentir mal e a equipe médica da unidade o reencaminhou ao Hospital Regional, que o colocou na mesma ala em que ficam os pacientes tratados com coronavírus. O idoso fez um novo exame laboratorial para possível detecção de Covid-19, no entanto o resultado ainda não ficou pronto.

O paciente morreu por volta das 18h, na unidade hospitalar, e o laudo médico apontou doença respiratória a esclarecer. A Sesp aguarda o resultado do novo exame laboratorial para confirmar se o reeducando teria ou não adquirido o novo coronavírus.

O Laboratório Central de Saúde Pública de Mato Grosso (Lacen) receberá o material nesta sexta-feira (22), e a previsão é que a análise fique pronta dentro de cinco dias úteis, ou seja, até o final da próxima semana.

Suspeitas de Covid-19

Dezessete detentos testaram negativo para coronavírus, desde o início da pandemia, incluindo este caso de Alta Floresta (cujo primeiro teste apontou inexistência de contaminação por Covid-19). Como ele voltou a ser internado, o teste foi realizado novamente. Além deste caso, há outro recuperando com suspeita da doença, aguardando resultado. (Com assessoria)

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei