Brasil Quinta-feira, 01 de Dezembro de 2011, 07:31 - A | A

Quinta-feira, 01 de Dezembro de 2011, 07h:31 - A | A

AGORA É BOM DIA

Fátima Bernardes terá programa próprio nas manhãs da Globo

Fátima entrou na emissora em fevereiro de 1987, depois de ser aprovada em um curso de telejornalismo da emissora

FOLHA.COM

Imagem da Internet

A Globo deve anunciar nesta quinta (1º) em coletiva de imprensa surpresa a saída de Fátima Bernardes da bancada do "Jornal Nacional"

A jornalista Fátima Bernardes, 49, deve deixar o "Jornal Nacional" para apresentar seu próprio programa diário, que irá ao ar nas manhãs da Globo, no ano que vem.

Num primeiro momento, o programa de Fátima deve ser encaixado na grade da emissora, sem interferir nas demais atrações matinais. A programação das manhãs do canal atualmente tem o "Mais Você", de Ana Maria Braga, o "Bem Estar", apresentado pelos jornalistas Mariana Ferrão e Fernando Rocha, e o infantil "TV Globinho".

A Globo deve anunciar nesta quinta (1º) em coletiva de imprensa surpresa a saída de Fátima Bernardes da bancada do "Jornal Nacional".

Fátima entrou na emissora em fevereiro de 1987, depois de ser aprovada em um curso de telejornalismo da emissora. Ela passou pelo "RJTV", "Jornal da Globo" e "Fantástico" antes de assumir o "Jornal Nacional", em 1998, ao lado de seu marido, William Bonner, 48. Ela substituiu Lillian Witte Fibe na bancada.

O "Jornal Nacional" entrou no ar em 1969 com Hilton Gomes e Cid Moreira. Em 1972, Sérgio Chapelin passou a dividir a bancada com Moreira. A dupla comandou o programa durante 11 anos.

Em 1983, Celso Freitas substituiu Chapelin e formou dupla com Cid Moreira por seis anos, até a volta de Chapelin ao "JN". Em 1996, começaram a comandar o jornal William Bonner e Lillian Witte Fibe.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros