Política Sexta-feira, 09 de Setembro de 2011, 10:51 - A | A

Sexta-feira, 09 de Setembro de 2011, 10h:51 - A | A

ASSUNTOS PARTICULARES

Senadores de Mato Grosso esticam o feriado de 7 de Setembro

Jayme Campos, Pedro Taques e Blairo Maggi aproveitaram, cada uma ao seu jeito, para ficar em Mato Grosso

NOELMA OLIVEIRA

José Cruz/ABr

Senadro republicano resolveu se afastar de qualquer aparição em público durante Independência do Brasil

Os três senadores por Mato Grosso, Jayme Campos (DEM), Blairo Maggi (PR) e Pedro Taques (PDT), resolveram esticar o feriado de 7 de Setembro e não retornaram a Brasília.

Os parlamentares aproveitaram os dias de folga para se dedicar às atividades particulares ou intensificar a atuação junto a base eleitoral.

Na sessão de quinta-feira, primeiro dia após o feriado, só havia oito senadores em plenário. Nos discursos, os parlamentares repercutiram as manifestações ocorridas no Dia da Independência. Os protestos contra a corrupção aconteceram em todo o país.

O senador Pedro Taques, em Cuiabá, na quarta-feira participou do ato contra a corrupção na Praça das Bandeiras, no Centro Político Administrativo (CPA) . O evento foi organizado por meio das mídias sociais. Na quinta-feira (8), entre outros compromissos, Taques participou da festa de Nossa Senhora Desatadora dos Nós, na capela Santa Rita de Cássia, em Cuiabá.

Já o senador Jayme Campos aproveitou o feriadão e visitou uma de suas fazendas, no município de Alta Floresta, na região Norte de Mato Grosso. Nesta sexta-feira pela manhã retornou para Várzea Grande, o seu principal reduto eleitoral. Ainda hoje ele pretende se inteirar de questões relacionadas ao seu partido.

Blairo Maggi também não compareceu à sessão e - como de costume - resolveu se isolar. Não compareceu a qualquer desfile cívico e nem se envolveu em questões de cunho político e partidário. O republicano se recolheu juntamente com a família.

FILIAÇÕES

Exceto Blairo Maggi, os outros dois senadores articularam novas filiações ao seus respectivos partidos. A meta é fortalecer as legendas para a disputa municipal do próximo ano. Em Várzea Grande, segundo maior colégio eleitoral de Mato Grosso, o PDT, PR e DEM enfrentam dificuldades para viabilizar candidaturas para a prefeitura do município.

CÂMARA FEDERAL

Os deputados federais Nilson Leitão (PSDB), Homero Pereira (PR), Valtenir Pereira (PSB) também não retornaram à Câmara Federal. Eles cumprem agenda no interior do Estado.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros