Política Quarta-feira, 17 de Agosto de 2011, 17:23 - A | A

Quarta-feira, 17 de Agosto de 2011, 17h:23 - A | A

RECOMEÇA 'GUERRA'

Riva diz que vai trabalhar para derrubar veto do governador ao orçamento da Unemat

Presidente da Assembleia quer aumentar de 2% para 2,5% recurso anual destinados à Universidade de Mato Grosso

HÉRICA TEIXEIRA
herica@hipernoticias.com.br

Mayke Toscano/Hipernotícias

Governador diz que não pode aumentar orçamento da Universidade do Estado de Mato Grosso

O presidente da Assembleia Legislativa, José Riva (PP), anunciou que vai recorrer da decisão em que o governador, Silval Barbosa (PMDB), vetou investimento de 2,5% para a Universidade de Mato Grosso (Unemat) para o próximo ano.

No dia 13 de julho, deputados estaduais apontaram como principal mudança da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), o aumento de recursos para a Unemat. Os repasses deixariam de ser 2% e passariam a 2,5% da receita corrente do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS).

Mas na manhã de terça-feira (16), durante entrevista coletiva, o governador Silval Barbosa disse que vetou emenda e argumentou que o Governo não tem condições de arcar com este valor a mais para o ano de 2012.

“Queria eu ter a capacidade de investir não só 2,5%, mas muito mais na Unemat, mas infelizmente temos que ser realistas. Não existe orçamento para isso. O Estado é um caixa só, não tem milagre”, desabafou Silval.

Mas Riva promete lutar para derrubar veto do governador e manter o investimento. Por meio de assessoria, a informação é de que os deputados podem ou não apreciar veto do governador.

“Infelizmente essa emenda foi vetada. Mas, uma das nossas iniciativas neste semestre será derrubar esse veto”, afirmou.

O Projeto de Emenda Constitucional (PEC), aprovado na Assembleia, previa aumento de recursos que passaria dos atuais R$ 130 milhões para aproximadamente R$ 170 milhões.

Riva disse ainda que vai chamar as autoridades para trabalhar e conseguir os investimentos para a Unemat. 

 

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros