Política Quinta-feira, 06 de Outubro de 2011, 09:54 - A | A

Quinta-feira, 06 de Outubro de 2011, 09h:54 - A | A

REAÇÃO

Deputado republicano diz que nova Agência será um ‘cabide de emprego’

Sérgio Ricardo, que faz parte da base governista, se rebela e afirma que “desempregados” da extinta Agecopa irão para Agência de Desenvolvimento Metropolitano, que ainda está no esboço; ex-diretor da autarquia, Yênes Magalhães, já fala como novo diretor

PAULO COELHO

Mayke Toscano/Hipernotícias

Líder do Governo na AL, Romoaldo Júnior, desautorizou o ex-diretor da extinta Agecopa em falar sobre criação de Agência Metropolitana

O governo do Estado está criando uma Agência simplesmente para dar emprego a quem foi demitido da Agecopa. A declaração foi feita pelo deputado estadual Sergio Ricardo (PR), direto da tribuna da Assembleia Legislativa, ao se referir à intenção do governador Slval Barbosa (PMDB) de criar a Agência de Desenvolvimento Metropolitano (ADM). O projeto de lei complementar ainda sequer foi enviado ao Parlamento para apreciação.

Irritado, Ricardo que tem proposta idêntica à do Executivo, criticou a virtual escolha antecipada do nome de Yênes Magalhães (ex-diretor de Planejamento da extinta Agecopa) para o comando da ADM. Magalhães inclusive já teria se manifestado publicamente como futuro presidente da Agência.

“Está desautorizado quem quer que seja falar pelo governo sobre nomeação para a Agência que nem foi criada ainda e depois que o projeto for aprovado, o nome a ser escolhido pelo governador deverá ser sabatinado pelos deputados da Assembleia”, alertou o líder do governo no legislativo Romoaldo Júnior (PMDB).

Quanto às críticas de Sérgio, o líder argumentou que a ADM já estava sendo articulada pelo governo desde o primeiro semestre, por isso não se pode dizer que é para dar emprego a ninguém.

“O deputado Sérgio tem toda razão de estar magoado porque estão discutindo na imprensa, anunciando o nome de quem vai comandar a Agência, quando ela nem existe ainda”, observou Romoaldo, refutando mais uma vez que a ADM tem a finalidade de ser “cabide de emprego”.

O projeto de lei complementar que o Paiaguás deve enviar à Assembleia nos próximos dias também prevê a criação do Conselho de Desenvolvimento Metropolitano (CDM) e do Fundo de Desenvolvimento Metropolitano (FDM).

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros