Política Terça-feira, 04 de Outubro de 2011, 18:26 - A | A

Terça-feira, 04 de Outubro de 2011, 18h:26 - A | A

ESTRATÉGIA

Câmara de Cuiabá aprova a criação de secretaria que atuará em Brasília

Pasta, que era comandada por Ricarte de Freitas, já existia mas não possuía dotação orçamentária nem pessoal disponível para representar Cuiabá na Capital do país

NOELMA OLIVEIRA

 

Mayke Toscano/Hipernotícias

Vereadores aprovaram de forma rápida a mensagem do Executivo que cria representação em Brasília

 

A Câmara de Vereadores de Cuiabá aprovou nesta sexta-feira (4)dois projetos de Lei Complementar (PLC) de autoria do prefeito da Capital, Chico Galindo (PTB). As mensagens chegaram ao Legislativo para ser votadas em caráter de urgência, o que dispensa os trâmites legais nas comissões permanentes da Casa.

Um dos projetos foi o que cria a Secretaria Municipal de Assuntos Estratégicos, em Brasília. De fato, o cargo já existe desde o primeiro semestre deste ano, quando o prefeito indicou o ex-deputado federal Ricarte de Freitas para a Secretaria Extraordinária de Assuntos Institucionais.

Porém, com as mudanças propostas no PLC, a secretaria, que funcionava apenas com a figura do secretário, passará a contar com uma estrutura mínima em Brasília e terá dotação orçamentária.

A proposta do prefeito prevê uma estrutura financeira e administrativa. Mesmo adotando um discurso de independência da gestão municipal, o vereador Toninho de Souza (PDT) defendeu a criação da nova estrutura, já que em Brasília há a necessidade de um represente do Poder Executivo para fazer as articulações relacionadas as emendas parlamentares e também para viabilizar recurso para o município do governo federal.

“SANTA” DISCUSSÃO

O outro projeto também bastante discutido em plenário não só pelo seu conteúdo foi o que autoriza a prefeitura a desafetar e proceder a concessão do direito e uso ocupação de uma área pública para uma igreja, localizada no bairro Duque de Caxias.

Conforme informações, a área está sendo cedida para uma igreja católica. Prontamente, o pastor Washington Barbosa (PRB) defendeu que o mesmo procedimento fosse adotado para igrejas evangélicas.






Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros