Sexta-feira, 12 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,92
libra R$ 5,92

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,92
libra R$ 5,92

Polícia Segunda-feira, 24 de Junho de 2024, 09:41 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Segunda-feira, 24 de Junho de 2024, 09h:41 - A | A

ROTA MT-PIAUÍ

Duas pessoas são presas pela PF por tráfico interestadual de drogas usando voos comerciais

Segundo a PF, que deflagrou a 'Operação Aereus', a investigação começou após a prisão de um homem que desembarcou em voo comercial no aeroporto da capital piauiense com mais de três quilos de cocaína na bagagem

DA REDAÇÃO

Duas pessoas foram presas em Cáceres (220 km de Cuiabá) pela Polícia Federal nesta segunda-feira (24), na 'Operação Aereus', que combate o tráfico de drogas interestadual praticado por um grupo criminoso que atua em Mato Grosso e no Piauí. Ao todo, foram cumpridos cinco mandados judiciais em Teresina (PI) e Cáceres. 

Segundo a Polícia Federal, a investigação começou após a prisão de um homem que desembarcou em voo comercial no aeroporto da capital piauiense com mais de três quilos de cocaína na bagagem. Com o avanço do trabalho investigativo, foi identificada uma associação criminosa que atuava no tráfico de drogas pelo modal aéreo entre diversos estados, dentre eles, o itinerário Mato Grosso e Piauí.

Das cinco ordens judiciais, três são de prisão preventiva, sendo que duas foram cumpridas em Cáceres e uma em Teresina. Outros dois mandados de busca e apreensão também foram cumpridos na cidade mato-grossense. Todos os mandados foram expedidos pela Central de Inquéritos de Teresina.

Os suspeitos poderão responder pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas e outros que venham a ser identificados no decorrer da investigação.

 

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros