Segunda-feira, 24 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,81
libra R$ 5,81

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,81
libra R$ 5,81

Polícia Segunda-feira, 26 de Novembro de 2018, 16:03 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Segunda-feira, 26 de Novembro de 2018, 16h:03 - A | A

INTERNADA HÁ 42 DIAS

Agredida pelo marido com uma tijolada na cabeça, mulher morre no Pronto Socorro

LUIS VINICIUS

Janice Oliveira dos Santos Almeida, 30 anos, morreu na noite de domingo (25), no Pronto-Socorro de Cuiabá (PSMC), após ser agredida, pelo companheiro, com uma tijolada na cabeça. Até a publicação da matéria, o suspeito identificado como R.A.S., não havia sido preso.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

policia militar/a noite

 

O crime foi cometido no dia 12 de outubro, na residência do casal, localizada na cidade de Tangará da Serra (240 km de Cuiabá). Policiais militares da cidade informaram que o casal teve uma discussão e, durante o desentendimento, o homem pegou um tijolo e a acertou na cabeça. Após o crime, R.A.S. fugiu do local.

 

Em seguida, vizinhos foram até a casa da vítima e encontraram a mulher ferida. Logo depois, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e encaminhou Janice até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade.

 

Na unidade de saúde, médicos que atenderam a vítima disseram que ela havia sofrido “trauma no crânio encefálico gravíssimo, múltiplas fraturas no crânio frontal, sangramento pelo ouvido e correndo risco de óbito”.

 

Diante da gravidade do quadro, Janice foi trazida para o Pronto-Socorro de Cuiabá, onde ficou internada por mais de um mês. Ela não resistiu e morreu no domingo.  

 

O corpo foi liberado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP),  encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) e está à disposição dos familiares para os procedimentos fúnebres.

 

Apesar da morte ter ocorrido na Capital, o caso será investigado pela Polícia Civil de Tangará da Serra.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros