Segunda-feira, 22 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,60
euro R$ 6,10
libra R$ 6,10

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,60
euro R$ 6,10
libra R$ 6,10

Cidades Quarta-feira, 19 de Outubro de 2022, 09:39 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 19 de Outubro de 2022, 09h:39 - A | A

CENTRO HISTÓRICO DE CUIABÁ

Suspeito de garimpo ilegal em imóvel tombado é multado em mais de R$ 400 mil

Conforme a secretaria, o suspeito praticava crime ambiental (degradação), com as agravantes de reincidência e infração em proveito próprio 

MÁRCIA TOMAZ
Da Redação

A Prefeitura de Cuiabá multou o eletrotécnico Cláudio Campos, de 49 anos, suspeito de praticar garimpo ilegal em casarões históricos na rua Engenheiro Ricardo Franco, região central da capital. O valor da multa é de R$ 417.510,22 por crime ambiental de degradação. Segundo a  Secretaria de Secretaria de Ordem Pública (Sorp), o proprietário não tinha as devidas licenças para construir ou reformar os imóveis.

Amanda Divino

cláudio garimpo cuiabá

 

Conforme a Secretaria, o suspeito praticava crime ambiental (degradação) com as agravantes de reincidência e infração em proveito próprio. Segundo a Sorp, não há licença de construção expedida pela Secretaria de Meio Ambiente, nem alvará da prefeitura para execução da obra.

LEIA MAIS: Obra é embargada pelo poder público por suspeita de garimpo no centro histórico de Cuiabá

A obra foi embaragada na última sexta-feira (14), após diversas denúncias de vizinhos, que relatam que Cláudio praticava garimpo ilegal há mais de 10 anos no local. 

O suspeito não tinha licença do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) para fazer obras no imóvel, que é tomabdo pelo patrimônio histórico.

LEIA MAIS: Suspeito de usar casa para garimpo no centro histórico alega que obra é para shopping horizontal

ENTENDA O CASO

A Secretaria de Ordem Pública (Sorp) embargou obras em três residências instaladas ao lado da Escadaria do Beco Alto, rua Engenheiro Ricardo Franco, no centro de histórico de Cuiabá, por suposta exploração ilegal de garimpo. A ação foi realizada na manhã de sexta-feira.

Conforme o secretário de Ordem Pública, Leovaldo Sales, no local, verificou-se que além de crimes ambientais, também estaria ocorrendo a exploração de mão de obra de moradores em situação de rua, em condição análoga à de escravidão, além da depredação de casarões tombados como patrimônio histórico.

Segundo moradores vizinhos do imóvel, a prática é realizada há cerca de 10 anos, principalmente de madrugada e nos finais de semana. Os vizinhos relataram que saem caminhões cheios de terra, dando a impressão de que existe uma exploração garimpeira ali.

À equipe de fiscalização, o proprietário dos três casarões justificou que são realizadas obras para um muro de contenção. Disse ainda que futuramente pretende construir um shopping horizontal, um polo comercial, na região.

O caso foi denunciado ao Instituto Patrimônio Histórico Artístico Nacional (Iphan), à Polícia Federal, à Polícia Civil e ao Ministério Público do Trabalho (MPT).

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros