Domingo, 19 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

Cidades Quarta-feira, 15 de Maio de 2024, 10:12 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 15 de Maio de 2024, 10h:12 - A | A

ESTUDO DA CDL CUIABÁ

Quase 19 mil consumidores regularizam dívidas atrasadas e inadimplência cai em MT

Pelo segundo mês consecutivo, a queda do indicador em nível estadual vai na contramão das médias regional e nacional

DA REDAÇÃO

Pouco mais de 18,8 mil consumidores de Cuiabá e todo o Estado deixaram a situação de inadimplência, aponta estudo do Núcleo de Inteligência de Mercado da Câmara de Dirigentes Lojistas de Cuiabá (CDL Cuiabá). O número de pessoas com contas atrasadas teve queda de 1,57% em abril no comparativo com março. Pelo segundo mês consecutivo, a queda do indicador em nível local vai na contramão das médias regional e nacional ­– que tiveram altas de 0,5% e 0,4%, respectivamente.

O superintendente da CDL Cuiabá, Fábio Granja, ressalta que a redução mensal está ligada ao aquecimento do mercado de trabalho, que registrou saldo positivo na geração de vagas de emprego. Embora os dados indiquem uma diminuição no número de devedores, ele entende que é importante manter o olhar atento para o futuro e para garantir estabilidade financeira.

“Investir no fomento do empreendedorismo e na criação de oportunidades de geração de renda são medidas essenciais para reduzir a dependência das famílias e incentivar o desenvolvimento de micro e pequenas empresas, que, juntamente com programas de capacitação, podem proporcionar alternativas viáveis de sustento para os cidadãos e de impulsionamento do crescimento econômico”.

Mesmo com indicadores positivos no comparativo mensal, o número de inadimplentes apresentou alta superior a 4 pontos percentuais em relação ao mesmo período do ano anterior. Segundo o levantamento, mais de um terço (36,9%) deles estão com passivos atrasados entre 1 e 3 anos e o valor médio das dívidas é de R$ 4.810,12. Já o montante total das contas pendentes soma R$ 5,6 bilhões.

Os bancos lideram a lista dos principais segmentos credores com quase metade das dívidas (47,5%), seguidos por comércio (26,1%) e despesas essenciais como água e luz (13,9%). Porém, o comércio foi o único dos citados que apresentou queda ante o abril de 2023 – setor teve redução de 8,2%. Na visão do superintendente da CDL Cuiabá, as empresas do setor estão empenhadas em criar mecanismos para reduzir a inadimplência.

“Facilitar o acesso a programas de negociação e renegociação de dívidas podem contribuir para a reorganização das finanças e possibilitar a recuperação da estabilidade financeira”, avalia Granja.

Perfil

Quanto ao gênero dos inadimplentes no estado, a maioria deles é formada por homens (53,6%). Já em relação à faixa etária, pouco mais de 26% dos devedores têm entre 30 e 39 anos e quase 22% estão na casa de 40 a 49 anos. Outros 19% figuram na faixa entre 50 e 64 anos. Ao todo, são mais de 1,1 milhão de consumidores nesta condição em todo o estado.

Soluções - Para ficar em dia com as obrigações e evitar riscos de fraudes e golpes, o consumidor pode buscar balcões de atendimento na CDL Cuiabá ou acessar o aplicativo “SPC Consumidor” para conferir a sua situação financeira. Por meio do SPC Brasil, o maior birô de crédito da América Latina, diversas ferramentas são disponibilizadas para auxiliar empresários na concessão e recuperação de crédito de forma segura e eficiente.

Além disso, o portal meubolsofeliz.com.br, oferece outros recursos para aqueles que estão com dificuldades no orçamento, especialmente conteúdos informativos relacionados à educação financeira.

Sobre a CDL Cuiabá - Com 51 anos de história, a instituição conta com 9 mil empresas associadas e visa unir forças para transformar Cuiabá no melhor lugar para empreender e morar.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros