Cidades Terça-feira, 30 de Agosto de 2011, 08:32 - A | A

Terça-feira, 30 de Agosto de 2011, 08h:32 - A | A

VIOLÊNCIA

Morre outro segurança baleado em ataque de ladrões a caixa eletrônico

Agora são quatro pessoas mortas durante tentativa de roubo ao caixa do Banco do Brasil, localizado na Galeria Itália, a 200 metros do prédio onde mora o governador de MT

DA REDAÇÃO

O segurança Waldenil Nogueira de Matos, 32 anos, atingido por um tiro na cabeça durante tentativa de assalto na Galeria Itália, em Cuiabá, morreu na madrugada desta terça-feira (30) no Pronto-Socorro da Capital. Agora são quatro pessoas mortas e uma ferida no ataque ao caixa eletrônico do Banco do Brasil, na tarde de segunda-feira (29).

Dois mortos eram da escolta armada da Prossegur, que fazia abastecimento do caixa dentro da galeria. Outro vigilante é Paulo Correa, de 24 anos, que morreu no local. Dois assaltantes foram atingidos por tiros de escopeta e também morreram. São eles: Thiago Henrique da Silva e Luiz Fernando Almeida da Silva.

Três seguranças chegaram para abastecer os caixas e ao abrirem os malotes com dinheiro, foram baleados pelos dois bandidos, que já chegaram atirando, sem anunciar o assalto. Mesmo feridos, os vigilantes reagiram ao ataque e atingiram os ladrões.

A tentativa de roubo na Galeria Itália foi uma das ações mais violentas ocorridas em Cuiabá neste ano. Segundo o comandante do 1º Batalhão da PM, tenente-coronel Walter Silveira, houve pânico entre os frequentadores da galeria, que fica em frente a um dos mais movimentados shoppings de Cuiabá, o Três Américas, no Jardim Itália.

A galeria onde ocorreram as cenas de violências fica a 200 metros do prédio onde mora o governador de Mato Grosso, Silval Barbosa (PMDB).

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros