Sábado, 25 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

Cidades Terça-feira, 27 de Setembro de 2016, 18:34 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 27 de Setembro de 2016, 18h:34 - A | A

BRIGA, TIROS E TETRAPLEGIA

Discussão em festa termina com briga de amigos e um baleado no pescoço

MAX AGUIAR

Uma briga que começou entre um homem de 34 anos e uma moça durante uma festa de família, em Campos Verde (130km de Cuiabá), terminou com dois amigos de infância se desentendendo e um deles baleado no pescoço, que resultou na tetraplegia da vítima.

 

 

Alan Cosme/HiperNoticias

policia militar

Caso aconteceu em Campo Verde, no final de semana, durante uma festa

O caso aconteceu no fim de semana. Leandro Borges Pacheco, 34 anos foi vítima de dois tiros do lado esquerdo do pescoço disparados supostamente pelo advogado George Roberto Buzeti, 34 anos. Segundo o boletim de ocorrência, eles haviam discutido e Leandro havia ido embora, mas esqueceu um pen drive e acabou voltando para buscar o apetrecho e foi recebido a balas.

  

Ambos, vítima e atirador, eram amigos de infância. Por volta das 23h de sábado (24), várias pessoas estavam indo embora da festa quando Leandro começou uma discussão com uma moça que estava presente na festa.

 

Nisso, George entrou na briga para defender a jovem. Em determinado momento da discussão Leandro disse ao amigo: “desafio você a pegar suas armas e atirar contra mim”, diz trecho do boletim de ocorrência.

 

O irmão da vítima conseguiu conter os ânimos e a levou embora. Leandro e o irmão já haviam deixado o local quando ele lembrou que esqueceu o pen drive e resolveu retornar até a residência.

 

Leandro desceu do carro para pegar o pen drive, George abriu o portão e atirou duas vezes contra o rapaz. Quem estava na festa disse que ele desconfiou que o rapaz estivesse armado, já que ele estava com as mãos para trás, por isso ele atirou.

 

 

Leandro ficou caído no portão da festa e foi atendido por terceiros, que o colocaram num carro e levaram para o Hospital Municipal Coração de Jesus, em Campo Verde. Devido a gravidade, a vítima foi transferida ainda na madrugada para o Hospital Santa Rosa onde permanece internado.

 

Um dos disparos acertou uma das vértebras de Leandro. O projétil ficou alojado, o que faz com que a vítima não tenha nenhum movimento do pescoço pra baixo. Ele ainda está sob cuidados de médicos no hospital particular e assim que recuperar deve prestar esclarecimentos à Polícia Civil.

 

George se apresentou na delegacia e contou que só atirou porque achou que Leandro estava armado. “Ele chegou no portão me chamando, achei que ia atirar em mim. Estava com as mãos para trás”. Fora do flagrante, ele foi liberado e aguardo resultado do inquérito em liberdade.   

 

O caso está sendo investigado pela delegacia de Campo Verde. Os presentes na festa também serão ouvidos. 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros