Cidades Sábado, 17 de Dezembro de 2011, 11:30 - A | A

Sábado, 17 de Dezembro de 2011, 11h:30 - A | A

BOA NOTÍCIA

Cuiabá tem o 2º melhor salário de professores da rede pública do Brasil

Capital de Mato Grosso é reconhecida nacionalmente por meio de pesquisa feita por um dos maiores portais do Brasil; secretário de Educação diz que vai haver mais investimentos

DA REDAÇÃO

Divulgação

Secretário de Edcuação de Cuiabá, Permínio Pinto, atribui salários ao esforço da atual gestão

Uma pesquisa nacional aponta que Cuiabá é segundo dos municípios brasileiros que paga melhor professores do ensino público. O primeiro na lista é a Capital de Mato Grosso do Sul, Campo Grande. A consulta a respeito de salários foi feita pelo Portal Terra e divulgada nesta semana.

Cuiabá ganhou destaque por ser o segundo dos 5.565 municípios brasileiros que melhor paga os professores. A Capital de Mato Grosso, dessa forma, não figura no cenário brasileiro como municípios que pagam menos que o piso, que é cerca de R$ 1.312,00.

Em Cuiabá, na rede municipal, um professor em início de carreira e com licenciatura plena, recebe o equivalente a R$ 2.657,02 por 40 horas trabalhadas a cada professor da rede municipal de Ensino.

O secretário de Educação de Cuiabá, Permínio Pinto, diz estar contente com o resultado e que números reforçam compromisso de Cuiabá com a Educação.

"O trabalho vem sendo feito desde 2005. Além do salário, o nosso trabalho está voltado para a qualificação e valorização dos profissionais. É uma união de esforços. Eu vejo com muita alegria estes números", pontuou Permínio.

Para 2012, afirma Permínio, a Prefeitura de Cuiabá vai destinar recursos também para abranger mais a capacitação de professores, melhorias nas salas de aula, entre outros investimentos.

SINTEP

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep), Gilmar Viana, reconhece que o Município de Cuiabá está melhor do que muitas capitais brasileiras, mas aponta que os salários poderiam ser melhores.

“Reconhecemos que estamos em uma situação melhor em relação a algumas cidades, mas com certeza temos como avançarmos ainda mais. Mesmo estando em segundo lugar, o valor pode subir”, apontou.

Gilmar frisou ainda que o sindicato continua em busca de melhorias para o setor. “Nossa luta é constante”, resumiu.

PESQUISA

Três anos após ser sancionada a lei que instituiu o piso nacional dos professores, os municípios brasileiros ainda encontram dificuldades para cumprir com o salário para uma jornada de 40 horas semanais. A lei 11.738, que assegura o piso salarial para os professores foi proposta em 2008 e sancionado pelo então presidente Luis Inácio Lula da Silva.

A pesquisa apontou ainda duas capitais que não cumprem com a legislação, que são as cidades de Macapá (AP) e Porto Velho (RO). Já Campo Grande desembolsa R$2.923,48 para cada profissional pelas mesmas 40 horas trabalhadas por mês. O estado de Vitória no Espírito Santo fica na terceira colocação, pagando R$ 2.521,50 aos educadores do município.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Carlos Enoque Nunes Farias 13/04/2012

Aqui em Carutapera-MA, também temos um dos melhores salários do País para municípios com população de 22.000 hab. Há professores que chegam a receber R$ 2.590,00 por 25 horas, que é a carga horária local. A maioria, tem remuneração entre R$ 1.317,03 e R$ 1.712,00. Outro grupo, de R$ 1.732,00 a 2.252,00. Graças a luta do Sindicato e a organização da categoria, temos tido uma remuneração que não consideramos justa. Mas, podemos dizer que está muito melhor que em milhares de cidadezinhas do mesmo porte que a nossa. Graças a Deus, temos o apoio intenso da classe para lutarmos por melhorias salariais e o reconhecimento do nosso trabalho pelos administradores que governam a cidade. Por tanto, manifesto apoio a todos os profissionais da educação para que se organizem, lutem e reivindiquem um salário mais digno para os professores. Cordialmente, Carlos Enoque Nunes Farias - Presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Município de Carutapera - SINTEP/CARU

Umberto Lopes Barone 30/03/2012

Essa pesquisa não considera a proporcionalidade do salário às cargas horárias do magistério de cada município. a Prefeitura de Angra dos Reis, por exemplo, em março de 2011 estava pagando R$ 2292,54 iniciais aos professores de nível superior para uma carga horária de 20h semanais (Tabela Salarial dos Servidores da PMAR - Março de 2011). Prof. Umberto Lopes

Marcel Novaes 19/12/2011

Valorizar a Educação é a mais importante tarefa de qualquer prefeito,pois é a garantia de investir correto o dinheiro público, isto é fortalecer o Capital Humanao. Parabéns aos responsáveis por essa visão.

Professor Leo 17/12/2011

Fui aluno do Prof. Wilson e sabia que ele trataria com prioridade a nossa Educação.Foi só pagar melhor que a qualidade do ensino melhorou em Cuiabá,aliás,está muito a frente do Estado.Valeu.

4 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros