Brasil Segunda-feira, 03 de Outubro de 2011, 15:03 - A | A

Segunda-feira, 03 de Outubro de 2011, 15h:03 - A | A

CORRUPÇÃO

Ex-secretário de Nova Ubiratã é acusado de desviar linhas do Luz Para Todos

Segundo o Ministério Público Estadual, foram pagos R$ 94 mil em troca do acesso ao programa

DA FOLHA DE SÃO PAULO

Linhas elétricas do programa federal Luz Para Todos, cuja instalação é gratuita, foram direcionadas a propriedade rurais mediante pagamento em Nova Ubiratã (506 km de Cuiabá).

Segundo o Ministério Público Estadual, o ex-secretário municipal da Agricultura Valdenir dos Santos e o eletricista Sérgio Vitter, da empresa que executava as instalações, receberam dinheiro de ao menos seis produtores rurais.

Ao todo, diz a Promotoria, foram pagos R$ 94 mil em troca do acesso ao programa.

Criado em 2003, o Luz para Todos é conduzido em Mato Grosso pela Eletronorte e executado em campo pela Cemat, do grupo Rede Energia. Em Nova Ubiratã, os serviços de instalação estavam à cargo da Energy Construções Elétricas.

As cobranças irregulares, segundo a denúncia, eram feitas "em conluio" entre o eletricista Vitter (ex-funcionário da Energy) e o então secretário da Agricultura, que havia sido designado pela prefeitura para fiscalizar a execução do programa.

Em depoimento, produtores confirmaram os pagamentos, apresentaram comprovantes e disseram que não sabiam que se tratava de um programa gratuito. Na ação, eles são qualificados como vítimas.

À Folha Vitter negou ter feito as cobranças indevidas. Santos disse que apenas "apontou demandas" para o Luz para Todos e disse que não há provas de que recebeu pagamentos.

A Energy disse que o funcionário denunciado está desligado da empresa.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros