Brasil Terça-feira, 09 de Agosto de 2011, 15:12 - A | A

Terça-feira, 09 de Agosto de 2011, 15h:12 - A | A

CONSELHO

Dilma convoca políticos para falar de crise econômica

Planalto espera que partidos aliados ajudem a conter as insatisfações de deputados e de senadores no Congresso

DA FOLHA DE SÃO PAULO

Divulgação

A presidente Dilma Rousseff convocou para esta quarta-feira (10) uma reunião do seu Conselho Político, do qual fazem parte os presidentes dos partidos aliados ao Planalto e os líderes dessas legendas na Câmara e no Senado.

Deve participar também o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Ele e Dilma pretendem falar alentadamente sobre a situação econômica do Brasil. O objetivo é tranquilizar os aliados, mas também pedir ajuda no Congresso.

Para minimizar os efeitos da crise econômica-financeira internacional no Brasil, o Planalto espera que os partidos aliados ajudem a conter as insatisfações de deputados e de senadores no Congresso, incomodados por causa da retenção do dinheiro de suas emendas ao Orçamento neste ano -nada foi liberado.

Uma das principais preocupações do Planalto é a aprovação até dezembro de uma emenda constitucional para prorrogar a DRU (Desvinculação de Recursos da União) até 31 de dezembro de 2015.

A DRU em vigor no momento só vale até 31 de dezembro deste ano. Trata-se de um dos mais importantes instrumentos de gestão orçamentária do governo federal, pois permite ao Planalto usar como quiser até 20% da arrecadação de todos os tributos existentes.

Como se trata de uma emenda constitucional, a DRU precisa ser aprovada por três quintos da Câmara e do Senado, com duas votações em cada uma das Casas. O Planalto teme que o momento político seja um obstáculo para obter apoio ao projeto em apenas cerca de quatro meses, antes dos feriados de Natal e Ano Novo.

O Conselho Político é composto pelos dez partidos que apoiaram oficialmente a chapa de Dilma Rousseff na eleição do ano passado. Além do PT, são eles PC do B, PDT, PMDB, PR, PRB, PSB, PSC, PTC e PTN. Além desses, há os partidos que se integraram a blocos governistas neste ano -PT do B, PRTB, PRP, PHS e PSL.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros