Variedades Terça-feira, 28 de Junho de 2022, 09:42 - A | A

Terça-feira, 28 de Junho de 2022, 09h:42 - A | A

NO TEXAS

46 corpos encontrados em caminhão podem ser de imigrantes

Outras 16 pessoas, incluindo quatro crianças, foram levadas ao hospital. A Polícia de San Antonio prendeu três suspeitos

METRÓPOLES

Reprodução

image

Subiu para 46 o número de pessoas mortas encontradas dentro e ao redor de um caminhão próximo à cidade de San Antonio, no Texas (EUA), na segunda-feira (27/6). Outras 16, incluindo quatro crianças, foram levadas ao hospital.

“A situação dos migrantes em busca de refúgio é sempre uma crise humanitária”

Autoridades acreditam que as vítimas são imigrantes ilegais que seguiam do México para os Estados Unidos. “A situação dos migrantes em busca de refúgio é sempre uma crise humanitária”, disse o prefeito de San Antonio Ron Nirenberg à imprensa local. “Eles tinham famílias e provavelmente estavam tentando encontrar uma vida melhor. Não é nada menos que uma terrível tragédia humana.”

O Departamento de Polícia da cidade informou que três suspeitos foram presos.

O caminhão foi abandonado nos arredores de San Antonio. Um homem que trabalhava na região descobriu o veículo após ouvir um grito de socorro. Quando se aproximou, viu o veículo com as portas abertas e vários corpos no interior do automóvel.

As mortes teriam sido ocasionadas pelas altas temperaturas, que neste ano tem atingido níveis recordes no Texas. Segundo o chefe do corpo de bombeiros, Charles Hood, as pessoas encaminhadas ao hospital pareciam sofrer de “insolação e exaustão pelo calor”. Além disso, o caminhão “não tinha uma unidade de ar-condicionado visível e funcional”, informou.

Nas redes sociais, o governador do Texas Greg Abbott culpou o presidente Joe Biden pela tragédia. “Pelo menos 42 pessoas encontradas mortas dentro de caminhão carregando imigrantes no Texas. Essas mortes pairam sobre (Joe) Biden. Elas são o resultado de suas políticas letais de fronteiras abertas. Elas mostram as consequências mortíferas de sua recusa em reforçar a lei”, escreveu no Twitter.

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram. 

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros