Sábado, 13 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,43
euro R$ 5,95
libra R$ 5,95

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,43
euro R$ 5,95
libra R$ 5,95

Política Terça-feira, 09 de Julho de 2024, 10:01 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 09 de Julho de 2024, 10h:01 - A | A

VICE APOIA CERTAME

Mauro Mendes dará continuidade à licitação do BRT após licença, diz Pivetta

Otaviano frisou que nenhuma empresa é "dona" do modal e processo permite que "melhor negócio" seja fechado pelo governo de MT

CAMILA RIBEIRO
Da Redação

O governador em exercício, Otaviano Pivetta (Republicanos), afirmou que o governador licenciado, Mauro Mendes (União Brasil), dará continuidade a licitação do Ônibus de Trânsito Rápido (BRT) ao voltar de férias. Otaviano demonstrou ser favorável ao certame por se tratar de um novo modal. Ele disse que nenhuma empresa é "dona" do BRT e acredita que o processo permitirá que Executivo estadual feche o "melhor negócio" pela operação do coletivo em Cuiabá e Várzea Grande. 

"O BRT é um novo modal de transporte e não tem dono disso. O dono disso é a sociedade. Óbvio que a licitação, o certame, democratiza e permite que o melhor negócio seja feito", opinou o governador em exercício à imprensa neste sábado (6).  

LEIA MAIS: Governador reitera que operação do BRT será definida por meio de licitação

Mauro aproveita a férias escolares da sua caçula para viajar com a família. Ele orientou a divulgação de nota no final de semana, determinando que a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra-MT) e a Procuradoria Geral do Estado (PGE-MT) cancelassem o termo aditivo que "permite a interpretação de modo totalmente impróprio" de que a atual concessionária de ônibus nas cidades seria a responsável pela prestação do serviço.

A polêmica se deve ao fato do proprietário da empresa ser Rômulo Botelho, irmão do presidente da Assembleia Legislativa (ALMT) e pré-candidato à Prefeitura de Cuiabá, Eduardo Botelho (União Brasil). Otaviano Pivetta desconversou. 

"O governador e eu temos uma afinidade de propósito muito grande. Faço parte da equipe de governo. Nesses dias que ele se ausenta, eu cumpro a minha função que é interinamente assumir as funções de governador. Mas nem falamos sobre isso", disse Pivetta. "É uma rotina, acho que é a décima vez já, não tem nada de especial nisso", emendou. 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros