Terça-feira, 16 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,94
libra R$ 5,94

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,94
libra R$ 5,94

Política Quarta-feira, 10 de Agosto de 2022, 14:14 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 10 de Agosto de 2022, 14h:14 - A | A

PROPOSTA DE CATTANI

Lúdio classifica como ilegal projeto que autoriza caça de animais silvestres: "muita cara de pau"

Deputado pediu retirada do projeto da pauta, pois o texto foi encaminhado à Comissão de Agropecuária, mas deveria ser analisado pela Comissão de Meio Ambiente

ALEXANDRA LOPES
Da Redação

O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) pediu, na sessão desta quarta-feira (10), a retirada da ordem do dia do projeto de lei (n° 16/2022) que visa à autorização de caça esportiva de animais em Mato Grosso. O autor do projeto é o deputado bolsonarista Gilberto Cattani (PL). A Mesa Diretora da Casa atendeu o requerimento do petista.

Segundo Lúdio, o projeto de Cattani não tem sentido nenhum, destacando que seria "muita cara de pau" apresentar um texto com tal teor, além de classificar o projeto como inconstitucional e ilegal.

"Apresentei requerimento para que o projeto fosse retirado de pauta e encaminhado à comissão correta para fazer a análise de mérito dele. O projeto veio com parecer favorável da Comissão de Agropecuária, que não tem relação nenhuma com essa pauta de caça de animais silvestres. O projeto tem que ser analisado pela Comissão de Meio Ambiente. Foi esse o requerimento que eu fiz, acatado pela mesa diretora. O projeto é inconstitucional, ilegal. Um absurdo. Não tem sentido nenhum. Mato Grosso tem como identidade a onça pintada e o patrimônio natural, liberar caça de animais silvestres, especialmente com os argumentos que são utilizados dentro do projeto uma coisa assim de uma cara de pau que não tem tamanho", pontuou o petista.

Lúdio explicou que o texto de Cattani argumentou que o objetivo da proposta é conservar espécies ameaçadas de extinção e que a matéria tem como objetivo assegurar a preservação dos habitats naturais.

"Mas não tem lógica isso e não cabe a AL pautar um projeto com esse conteúdo porque esse é um objeto da legislação federal, emendou.

O PROJETO

Com o PL, Cattani quer fomentar a prática do esporte, aumentar a interação do homem com a natureza e conservar espécies consideradas ameaças ao meio ambiente.

“Proibir a caça em nada resolve os problemas ocasionados pela caça ilegal e ainda retira a possibilidade de se ter uma atividade rentável para o Estado, feita por caçadores legalmente licenciados que, em último nível, também serão ferramentas importantes no combate à caça ilegal e ao tráfico de animais silvestres’, traz trecho do projeto.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Antonio reis 11/08/2022

ESTE CATANI TEM SER EXCLUIDO ESTE ANO DE SER POLITICO E UM ABESTALHADO

positivo
0
negativo
0

Marina Tereza Capilé 10/08/2022

Um absurdo essa proposição,de um mal caratismo sem fim ,ainda bem que têm pessoas lúcidas que barram e acusam veementemente esse tipo de excrescência!

positivo
0
negativo
0

2 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros