Terça-feira, 16 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,94
libra R$ 5,94

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,94
libra R$ 5,94

Política Segunda-feira, 14 de Novembro de 2022, 14:59 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Segunda-feira, 14 de Novembro de 2022, 14h:59 - A | A

ELEIÇÕES 2022

Candidatas a federal do União e PL foram as que mais gastaram no pleito em MT

Informações foram compiladas pelo "Siga o Dinheiro" e o site Jota info

ALEXANDRA LOPES
Da Redação

As candidaturas femininas ao cargo de deputada federal do União Brasil e do PL em Mato Grosso aparecem em ranking elaborado pelo Siga o Dinheiro e site Jota info com os maiores registros de despesas feitas durante o pleito de outubro entre os postulantes ao cargo do Estado.

Apesar de o União figurar na primeira colação, quem se saiu melhor nas urnas foi o segundo que mais gerou despesas, com a eleição da jornalista Amália Barros e Coronel Fernanda, ambas do PL.

Atrás dessas agremiações ainda aparecem no ranking das maiores despesas o PSB (3° lugar), o PT (4º lugar) e o Republicanos (5°).

 

Siga o Dinheiro 

siga o dinheiro

 

O União Brasil tinha com uma das principais candidatas à Câmara Federal a  advogada Gisela Simona. Em 2018, Simona conquistou números expressivos nas urnas, quando recebeu mais 50 mil votos. Nas eleições gerais deste ano, no entanto, figurou com 28.897 mil votos.

Segundo informações do DivulgaCandContas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as despesas da campanha eleitoral de Gisela Simona ficaram em torno de R$ 3.132.235,20. Desse total, foram gastos R$ 418.800 com a empresa Movimento Produção Cinematográfica LTDA. Ela também usou parte do valor para doar R$ 157. 400 mil à campanha para deputada estadual de Sandy de Paula. Gisela declarou uma receita de R$ 3.190.516,52.

CORONEL FERNANDA

Defendendo pautas conservadoras e alicerçada no discurso do presidente derrotado Jair Bolsonaro (PL), Coronel Fernanda era umas principais candidatas do Partido Liberal. Ela declarou um total de despesas de R$ 2.136.165,65. Desses, R$ 300 mil foram gastos com a empresa Arthur H.M. Menezes, onde investiu em produção de peças publicitárias. À MP Fachadas e Painéis LTDA, Fernanda destinou R$ 245.600, onde gastou com adesivo e folders. Também gastou R$ 130 mil com a empresa WDA Taxi Aero LTDA. Fernanda declarou à Justiça Eleitoral uma receita de R$ 2.205.288,01.

AMÁLIA

Candidata apadrinhada pela primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, a jornalista Amália Barros registrou um total de despesas de R$ 1.492.944,63. Desses, R$ 425 mil foram repassados à ZF 360 Comunicação e R$ 134.407 ao Google Brasil Internet LTDA. Ela também passou R$ 7 mil ao esposo Thiago Santos Boava para serviços de administração. A jornalista declarou uma receita de R$ 1.652.019,64.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros