Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 09h:41

Tamanho do texto A - A+

Vídeo mostra "Marcinho do PCC" atropelando adolescentes em VG

Por: LUIS VINICIUS

Imagens do circuito interno de segurança de uma residência flagrou o momento em que Márcio Lemos de Lima, 39 anos, latrocida conhecido como “Marcinho PCC” (sigla em alusão a facção criminosa Primeiro Comando da Capital), atropela dois adolescentes, na madrugada de quarta-feira (6). O acidente aconteceu na região Central de Várzea Grande.

i30.jpg

 Carro só parou após colidir em um poste

Nas imagens, é possível ver o veículo Hyundai I30 atropelando as vítimas. Devido ao impacto, um dos menores é arremessado na via.

Um dos adolescentes, Hélio Diogo Cassiano da Silva, 17 anos, morreu na manhã de sexta-feira (8), por volta das 08h40. Já Bruno Henrique Oliveira Gomes da Silva, 17 anos, teve a morte cerebral detectada na noite de quinta-feira (7) mas segue internado.

Depois do atropelamento, ambos foram levados ao Pronto-Socorro de Várzea Grande (PSVG). Depois da constatação das mortes, o corpo de Hélio foi retirado da unidade de saúde e enterrado no final de semana.

O condutor do veículo

Depois do acidente, Marcinho foi preso pela Polícia Militar e encaminhado à Delegacia de Polícia. Ele deverá passar por audiência de custódia nesta segunda-feira (11).

O acidente

Informações apontam que “Marcinho” teria perdido o controle da direção e atropelado os dois adolescentes, que estavam em uma motocicleta, de modelo não revelado. Após o atropelamento, o carro do suspeito ainda bateu em um poste, causando a queda de energia na região.

O condutor do carro tentou fugir, mas foi detido por populares na Avenida Couto Magalhães, em Várzea Grande. Em seguida, ele foi levado à Polícia Rodoviária Federal (PRF) para realizar o teste do bafômetro. No entanto, “Marcinho” se recusou a fazer o exame.

Logo depois, o suspeito também foi levado ao PSVG para receber atendimento médico devido as lesões na cabeça. 

Ficha criminal

Márcio Lemos é considerado de alta periculosidade pelas forças de segurança. Ele foi condenado a quase 50 anos de prisão por três roubos qualificados e dois latrocínios (roubo seguido de morte). No momento do duplo atropelamento, ele estava sendo monitorado por tornozeleira eletrônica.

Veja o vídeo:

Avalie esta matéria: Gostei +2 | Não gostei