Polícia Segunda-feira, 07 de Dezembro de 2020, 09:05 - A | A

Segunda-feira, 07 de Dezembro de 2020, 09h:05 - A | A

MÃE TAMBÉM FOI INDICIADA

Padrasto é preso em MT acusado de estuprar enteadas de 7 e 8 anos no DF

AMANDA DIVINA
DA REDAÇÃO

Um criminoso de 26 anos, identificado apenas como Anderson, foi preso na manhã desta segunda-feira (7) no bairro Jardim Liberdade em Rondonópolis ( a 218 km de Cuiabá), suspeito de ter abusado sexualmente das duas enteadas, de 7 e 8 anos, no município de Novo Gama, na divisa entre Goiás e Distrito Federal. Os abusos teriam acontecido no mês de novembro do ano passado.

Reprod/ Divulgação

anderson

 

Segundo as informações, as crianças estavam na escola quando uma das vítimas foi até o banheiro e relatou para uma professora que estava com dores nas regiões intímas. Ao ser questionada sobre uma lesão em sua vagina, a menina informou que seu padrasto havia colocado o seu pênis no local.

A irmã mais velha relatou ainda que havia sido abusada sexualmente cerca de quatro vezes enquanto estava sozinha na residência com o padrasto. Os agentes do Conselho Tutelar foram até à escola e encaminharam as crianças para prestarem depoimento, no entanto retornaram para a residência da mãe.

Conforme a Polícia Civil, a mãe das crianças também foi indiciada e está sendo investigada por ter colocado as vítimas na presença do suspeito após ter conhecimento dos abusos. Ela ainda teria colocado as irmãs na frente do agressor para que elas negassem o caso.

Tempo depois, o suspeito fugiu do município e ficou escondido na residência da sua mãe, que o ajudou na sua fuga. Durante as investigações foi constatado que ele estava na região do Piauí e usava as redes sociais normalmente.

Depois, o agressor foi para a cidade de Rondonópolis onde estava sendo monitorado há diversos dias pelos agentes da Polícia Civil. Após o suspeito se aproximar da residência, ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado à delegacia onde prestou depoimento.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros