Sexta-Feira, 29 de Março de 2019, 07h:41

Tamanho do texto A - A+

Homem morre durante tentativa de assalto a loja de materiais de construção

Por: LUIS VINICIUS

Um criminoso, ainda não identificado, morreu durante uma tentativa de assalto na loja de materiais para construção Casa do Construtor, no início da noite de quinta-feira (28), no bairro São Cristóvão, na cidade de Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá). O comparsa do criminoso, que também não teve o nome revelado, ao ver o companheiro baleado, tentou fugir, mas foi apreendido pela Polícia Militar.

 

Reprodução/HiperNoticias

assalto casa do construtor.jpg

 

O ladrão morto, segundo a PM, estava com um revólver calibre 38 e o adolescente com uma arma de brinquedo. A dupla chegou ao local, rendeu os funcionários do estabelecimento e se dirigiu ao cofre da loja.

No entanto, durante a ação criminosa, uma das vítimas reagiu ao assalto e atirou em um dos bandidos. O criminoso não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local do crime. A Polícia Militar não informou quantos tiros acertaram o assaltante e nem onde ele foi atingido.

Ao ver o comparsa baleado, o adolescente, que estava com uma arma de brinquedo, fugiu do local. Imediatamente, testemunhas acionaram uma equipe da Polícia Militar.

Quando chegaram ao endereço, os militares foram informados que um dos criminosos havia fugido e diante disso, os PM's saíram em buscas do menor. Já o atirador não foi localizado.

Rapidamente, os PM’s conseguiram localizar o adolescente com a arma de brinquedo. Além do objeto, o infrator estava com uma quantia em dinheiro, não revelada, roubada da loja.

O corpo do assaltante foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para serem realizados exames de necropsia e identificação.

Já o menor foi levado à delegacia para prestar depoimento ao delegado de plantão. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Avalie esta matéria: Gostei +6 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto




1 Comentários

Chauke Stephan Filho - 29/03/2019

Quando eu li a manchete dessa notícia pensei que algum cliente da loja tivesse sido morto durante o assalto. Melhor seria se o jornalista chamasse o bandido de bandido ou de ladrão. Ficaria assim a manchete: "Ladrão morre durante tentativa de assalto..." ou assim: "Bandido morre durante tentativa de assalto...". Essa redação teria me poupado da revolta e da angústia que senti ao ler a manchete e pensar que um inocente havia sido morto num assalto a loja de material de construção em Sinop.

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA