Domingo, 16 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,38
euro R$ 5,76
libra R$ 5,76

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,38
euro R$ 5,76
libra R$ 5,76

Polícia Quarta-feira, 05 de Dezembro de 2018, 15:27 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 05 de Dezembro de 2018, 15h:27 - A | A

FERRUGEM

Dupla é presa com 35kg de explosivos, fuzil e munição que seriam usados em resgate de detentos

DA REDAÇÃO

Dois suspeitos foram presos em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Sinop (503 km a Norte), na tarde de terça-feira (04). Com os detidos foi apreendida carga de explosivos, aproximadamente 35 kg, que seria utilizada em invasão no Presídio Ferrugem. Também foram apreendidas munições de fuzil.

 

derf tentativa de resgaste.jpg

 

A Polícia Civil descobriu, em verificação de denúncia anônima, o planejamento de criminosos na tentativa de explosão de parte do muro da unidade prisional e consequente invasão do local para resgate de reeducandos. Uma residência, no bairro São Cristóvão, foi apontada como “central” da associação criminosa.

 

Durante diligência na casa foram presos os suspeitos Euender Nascimento, 23, e Ivanilson Carvalho, 27, e também apreendidas munições de calibres .40, 9mm, 38 e fuzil 7.62, As armas de fogo correspondentes às munições teriam sido levadas instantes antes por comparsas dos detidos que avistaram movimentação policial se aproximando.

 

Ainda foram apreendidos no local ferros retorcidos, em formato de estrela, que seriam utilizados para furar pneus (provavelmente de viaturas) e aparelhos celulares que serão periciados.

 

Conduzidos à delegacia, os suspeitos foram autuados em flagrante por “posse ilegal de arma de fogo de uso restrito/proibido”, e também por “posse, detenção, fabricação ou emprego ilegal de artefato explosivo ou incendiário”.

 

Os detidos serão apresentados em audiência de custódia nesta quarta-feira (05), ficando à disposição do Judiciário.

 

A Polícia Judiciária Civil prossegue em investigações para identificar e prender os demais envolvidos. Os trabalhos da Derf, sob coordenação do delegado Ugo Ângelo Reck de Mendonça, tiveram apoio da Polícia Militar (Força Tática) e Polícia Federal.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros