Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 14h:21

Tamanho do texto A - A+

Defensivos, munições e roupa falsificada do Exército são apreendidos

Por: DA REDAÇÃO

MP

apreenssao

 

Nove pessoas foram presas preventivamente nesta segunda-feira (11) na operação Camuflagem II, realizada nos municípios de Sorriso, Nova Mutum, Lucas do Rio Verde, Sinop, São José do Rio Claro, Canarana e Cuiabá.

Foram apreendidos também  munições, réplicas de armas, grande quantidade de defensivos agrícolas (a contabilizar), documentos, balaclavas e roupas camufladas típicas da Forças Armadas. Foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão.

De acordo com o Gaeco, integrantes da organização investigada usavam, em vários municípios do estado, roupas camufladas e entravam nas fazendas para roubar carros e defensivos agrícolas. Posteriormente, os produtos e veículos eram esquentados e comercializados na região junto a receptadores.

Os fatos ainda estão sendo apurados para posterior oferecimento de denúncia criminal. A operação é resultado de uma atuação integrada entre o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), unidade regional de Sorriso, Polícia Civil, Polícia Militar, Grupo de Combate ao Crime Organizado (GCCO) da Polícia Civil, Ciopaer e a Polícia Rodoviária Federal.

MP

Gaeco

 Gaeco agiu em operação integrad

Divulgado às 8h30 -  Operação Camuflagem II é deflagrada nesta segunda-feira

O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), unidade regional de Sorriso, Polícia Civil, Polícia Militar, Grupo de  Combate ao Crime Organizado (GCCO) da Polícia Civil, Ciopaer e a Polícia Rodoviária Federal deflagraram em ação integrada, nesta segunda-feira (11), a operação Camuflagem II.

A iniciativa busca coibir o roubo de caminhonetes e insumos agrícolas nos municípios de Sorriso, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, São José  do Rio Claro, Sinop, Canarana e Cuiabá.

Ao todo, estão sendo cumpridos 09 mandados de prisão e 13 de busca e apreensão. A Operação conta com o apoio da unidade regional do Gaeco em Barra do Garças e das Polícias Civil e Militar dos municípios envolvidos.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei