Mundo Terça-feira, 23 de Agosto de 2011, 07:44 - A | A

Terça-feira, 23 de Agosto de 2011, 07h:44 - A | A

ATAQUES

Rebeldes e forças pró-Gaddafi se enfrentam com artilharia pesada na capital

O quartel-general do ditador fica perto do hotel Rixos, onde estão hospedados muitos jornalistas estrangeiros

PORTAL R7

Grupos de rebeldes oposicionistas e forças leais ao ditador líbio, Muammar Gaddafi, travam nesta terça-feira violentos combates em vários bairros da capital Trípoli, informa a rede de TV catariana Al Jazeera.

Um porta-voz dos rebeldes disse à emissora que os confrontos ocorrem em diversas áreas da capital, embora os mais violentos sejam no complexo de Bab al-Azizia, onde fica a residência de Gaddafi e um dos últimos bastiões do ditador na cidade.

A agência de notícias France Presse, que tem um correspondente na cidade, relata confrontos com artilharia pesada e foguetes ao redor de Bab al-Aziziya, que desde a véspera é alvo de uma grande ofensiva rebelde. A agência diz que os rebeldes líbios iniciaram um grande ataque contra a residencia do ditador, sem mais detalhes.

O quartel-general do ditador fica perto do hotel Rixos, onde estão hospedados muitos jornalistas estrangeiros.

Nesta terça-feira, as forças do regime de Gaddafi dispararam ainda três mísseis Scud dos arredores de Sirte, reduto do regime, contra Misrata, cidade controlada pelos rebeldes, informou a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), que denunciou um "ato irresponsável".

"Podemos confirmar as informações relativas ao disparo de três mísseis terra-terra Scud a partir de Sirte", declarou a porta-voz da Otan, Oana Lungescu. "Os mísseis caíram na região costeira de Misrata, a princípio sem provocar vítimas nem danos", completou.

Os rebeldes entraram em Trípoli na noite de sábado (20) e já controlam cerca de 80% a 90% da cidade, incluindo a Praça Verde -0lugar simbólico no qual os partidários do regime costumavam se reunir-- e a sede da televisão estatal, que não transmitiu sua programação diária. Mas as forças leais a Gaddafi ainda resistem em alguns bairros, incluindo Tajura, Suq-Joma e Fashlom.

Segundo o Centro de Imprensa dos rebeldes, reforços estão chegando a Trípoli por mar a partir da cidade de Misrata, 200 km ao leste, para garantir a tomada da capital.

Para aumentar ainda mais a tensão no país, Seif al-Islam, influente filho de Kadhafi, reapareceu na madrugada desta terça-feira para desmentir sua prisão e reforçar a sensação de grande confusão que reina em Trípoli, controlada em sua maior parte pelos rebeldes, que proclamaram o fim da era Gaddafi.

"Estou aqui para desmentir as mentiras", declarou Seif al-Islam aos jornalistas estrangeiros no perímetro de Bab al-Aziziya, em referência ao anúncio de sua detenção.

"Trípoli esta sob nosso controle. Todo mundo pode ficar tranquilo. Tudo está bem em Trípoli", disse Seif, apresentado como sucessor e porta-voz oficioso do regime, cercado por dezenas de simpatizantes.  

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros