Mundo Segunda-feira, 01 de Agosto de 2011, 17:31 - A | A

Segunda-feira, 01 de Agosto de 2011, 17h:31 - A | A

NECESSIDADE

ONU alerta que crise no chifre da África piora diariamente

Há risco de a crise de fome decretada em duas regiões da Somália se ampliar a outras cinco ou seis áreas

DA EFE

A crise humanitária que atinge a região do chifre da África piora diariamente e há o risco de a crise de fome decretada em duas regiões da Somália se ampliar a outras cinco ou seis áreas, alertou nesta segunda-feira a subsecretária geral da ONU para Assuntos Humanitários, Valerie Amos.

"A crise está se intensificando no chifre da África. No Quênia, Etiópia, Somália e Djibuti, há 12,4 milhões de pessoas com extrema necessidade de ajuda, enquanto a situação piora", disse Amos à imprensa na sede da ONU em Nova York, onde enfatizou que a situação é particularmente preocupante na Somália.

Nesse país, Amos disse que a crise humanitária pode atingir proporções ainda mais catastróficas, "a menos que haja um aumento em massa da resposta internacional".

AFP
Crianças somalis esperam por alimentos e ajuda humanitária

"A crise de fome pode se estender em breve a outras cinco ou seis regiões", alertou o responsável do Escritório para a Coordenação de Assuntos Humanitários da ONU (OCHA). "Dezenas de milhares de somalis já morreram e centenas de milhares enfrentam uma crise de fome com consequências para toda a região".

Amos falou sobre histórias de mães somalis que se veem obrigadas a abandonar seus filhos enquanto caminham durante semanas fugindo da seca e da fome, além de crianças órfãs que lotam os campos de refugiados da região, devido à "pior seca dos últimos 60 anos".

"Essas histórias e essas imagens são uma chamada de atenção que nos lembram que devemos fazer o máximo possível para aliviar seu sofrimento e quanto possamos para que (a crise de fome) não ocorra novamente", disse a subsecretária geral do organismo, que visitou recentemente a região.

A ONU decretou no dia 20 de julho estado de crise de fome em duas regiões do sul da Somália, Bakool e Baixa Shabelle, algo inédito neste país nos últimos 20 anos.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros