Mundo Quinta-feira, 28 de Abril de 2011, 09:51 - A | A

Quinta-feira, 28 de Abril de 2011, 09h:51 - A | A

Explosão mata ao menos 14 em café de Marrocos

Ministério do Interior afirma que a explosão parece ter sido um

DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

Uma violenta explosão matou nesta quinta-feira ao menos 14 pessoas em um café na cidade turística de Marrakech, no Marrocos. Outras 20 pessoas ficaram feridas, segundo balanço do Ministério do Interior.

A explosão atingiu o segundo andar do Café Argana, situado no meio da praça de Jamaa el Fna, frequentada por muitos turistas e sempre repleta de vendedores de rua.

Inicialmente, autoridades disseram que a explosão foi acidental e causada por botijões de gás que pegaram fogo.

Mas a agência de notícias estatal MAP cita um comunicado do Ministério do Interior dizendo que a explosão parece ter sido um "ato criminoso". "As primeiras evidências coletadas no local indicam que foi um ato criminoso", diz o comunicado.

O ministério disse ainda que estrangeiros estão entre as vítimas da explosão, mas não explicou quantos ou de que nacionalidade.

Chafik/France Presse
Homem caminha sobre escombros em café no centro de Marrocos

As autoridades não quiseram especular suspeitas de envolvimento de militantes islâmicos. O último grande ataque atribuído a eles ocorreu em 2003, em Casablanca, quando uma série de homens-bomba matou 45 pessoas.

Um fotógrafo da Reuters no local disse que as equipes de resgate estão retirando partes de corpos das ruínas do Argana.

"Ouvi uma explosão muito alta na praça. Quando eu cheguei no local, vi pedaços de corpos sendo retirados do café", relatou o fotógrafo da agência. "O segundo andar sofreu os maiores danos e o primeiro andar ficou praticamente intacto. Há muitos policiais e agentes forenses revirando os destroços".

A MAP afirmou que uma investigação já foi aberta para determinar a causa da explosão.

A bolsa de Casablanca caiu 0,41% depois da notícia da explosão. Antes dos relatos, ela estava em alta de 0,13%.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros