Mundo Terça-feira, 26 de Abril de 2011, 06:31 - A | A

Terça-feira, 26 de Abril de 2011, 06h:31 - A | A

Disputa

Exércitos de Tailândia e Camboja travam novos combates na fronteira

DA EFE

Os Exércitos de Tailândia e Camboja se enfrentaram nesta terça-feira em território fronteiriço próximo ao templo Preah Vihear, 100 quilômetros ao leste de onde começaram as hostilidades há cinco dias.

O porta-voz do Exército tailandês, Sansern Kaewkamnerd, disse que as duas forças se enfrentaram com disparos de fuzil, metralhadora e morteiros em torno de Preah Vihear, um monumento do século XI declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Desde a sexta-feira, seis soldados tailandeses e sete cambojanos morreram nos enfrentamentos, que também levaram à evacuação de 30 mil tailandeses e 22 mil cambojanos.

Os combates começaram em torno dos templos Ta Muen e Ta Kwai, construídos durante o antigo Império Khmer e situados na fronteira entre o nordeste da Tailândia e o norte do Camboja.

As tentativas de mediação da ONU e da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean) falharam, principalmente pela reticência das autoridades tailandesas à internacionalização do conflito.

Tang Chhin Sothy/France Presse
Cambojanos deixam vilarejo perto da fronteira após novos confrontos

A Tailândia se opõe à presença de observadores indonésios na fronteira, tal como acordaram em 22 de fevereiro, enquanto os soldados cambojanos não se retirarem das áreas em disputa.

O cruzamento de acusações que partem de ambos os Governos, como a que acusa a Tailândia de ter feito uso de armas químicas e a que indica que o Camboja utiliza civis como escudos humanos, prejudica ainda mais a situação.

Tailândia e Camboja disputam pequenas áreas na fronteira, infestada de minas e de delimitação ambígua desde que a França abandonou suas colônias.

Esta disputa ganhou força em 2008, quando Preah Vihear foi declarado Patrimônio da Humanidade e a Unesco o inscreveu dentro do território cambojano.

Neste caso, a Tailândia não reivindica o templo, mas uma zona de 4,6 quilômetros quadrados adjacente.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros