Justiça Segunda-feira, 28 de Novembro de 2011, 18:20 - A | A

Segunda-feira, 28 de Novembro de 2011, 18h:20 - A | A

JÚRI POPULAR

Defesa de Josino tenta suspender julgamento, mas pedido é indeferido

O júri popular é mantido para acontecer nesta terça-feira (29), na Capital e promete ser um dos mais aguardados dos últimos 10 anos

HÉRICA TEIXEIRA

Mayke Toscano/Hipernotícias

Julgamento do empresário Josino Guimarães começa às 9 horas desta terça-feira (29) no auditório da Justiça Federal de Mato Grosso

A defesa do empresário Josino Guimarães ingressou com pedido de suspensão do julgamento no Tribunal Regional Federal da Primeira Região. No entanto, o presidente do TRF1, Olindo Menezes, indeferiu o pedido do réu e manteve o julgamento para esta terça-feira (29), na sede da Justiça Federal, em Cuiabá.

Além do pedido de suspensão do julgamento, a defesa pediu a mudança do foro, ou seja, que o julgamento acontecesse em outra cidade que não fosse Cuiabá. Pedido também foi indeferido.

A alegação da defesa é que a a imprensa local veicula matérias apontando-o como autor do homicídio e que isso influenciaria os jurados de forma a torná-los parciais.

O empresário Josino Guimarães é acusado de ser o mandante do assassinato do juiz Leopoldino Marques do Amaral, morto em 7 de setembro de 1999, no Paraguai, com dois tiros na cabeça. Leopoldino denunciou um esquema de venda de sentença no Judiciário de Mato Grosso.

O júri popular começa nesta terça-feira (29). O juiz que vai presidir o Tribunal do Júri é o titular da 7ª Vara Federal, Rafael Vasconcelos Porto.

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros