HiperNotícias - Você bem informado

Terça-feira, 02 de Agosto de 2011, 10h:58

Sem debate

Além do tumulto generalizado, lançamento de dinheiro sobre os vereadores, galerias lotadas, faixas, cartazes e protestos, a sessão de reabertura dos trabalhos da Câmara de Cuiabá demonstra qual vai ser a atitude do legislativo municipal diante da polêmica da Sanecap: evitar o diálogo e o debate franco e aberto com a sociedade. Na referida sessão, por exemplo, o presidente Júlio Pinheiro (PTB) negou uma solicitação do deputado federal Valtenir Pereira (PSB) para usar a Tribuna, e não deixou nem o vereador Lúdio Cabral (PT) se manifestar sobre o tema. Já Adevair Cabral (PDT) também negou um aparte ao colega Domingos Sávio (PMDB). Pelo jeito, a Câmara não aprendeu nada com a crise que jogou sua imagem no lixo, e está determinada a manter sua (im)postura diante da lei da concessão da Sanecap, silenciando a oposição e a sociedade.