HiperNotícias - Você bem informado

Sexta-feira, 08 de Julho de 2011, 14h:55

Tesouro capta US$ 550 milhões em títulos da dívida externa

Emissão de títulos também é vista com uma espécie de termômetro da credibilidade dos papéis do país no mercado internacional

DA FOLHA DE SÃO PAULO

O Tesouro Nacional divulgou nesta sexta-feira (8) o resultado da emissão de títulos da dívida externa brasileira, iniciada ontem (7). Foram vendidos bônus da República no valor de US$ 550 milhões, sendo US$ 500 milhões nos mercados europeu e norte-americano e os US$ 50 milhões no mercado asiático.

A do governo é uma maneira "barata" de o governo levantar recursos e financiar suas operações sem ter de pegar emprestado e assim pagar juros praticados pelo mercado. A prática .

O vencimento final dos títulos ocorre em 22 de janeiro de 2021, mas há a prática de pagamentos de cupons (na data de aniversário do vencimento em cada ano até o prazo final o governo remunera uma fração do bônus). A liquidação financeira pelos compradores (pagamento efetivo pelos papéis) ocorre no próximo dia 14 de julho. O Tesouro emitiu os bônus a juros de 4,875% ao ano.

Os bancos que lideraram a emissão do governo são Goldman Sachs e Santander, co-líder BB Securities, foi colocada ao preço de 105,348% do seu valor de face, resultando em taxa de retorno para o investidor de 4,188% a.a.. e os cupons (fração paga periodicamente até o final do prazo) serão pagos nos dias 22 de janeiro e 22 de julho de cada ano, até o vencimento em 22 de janeiro de 2021.