Copa Pantanal Segunda-feira, 11 de Abril de 2011, 17:37 - A | A

Segunda-feira, 11 de Abril de 2011, 17h:37 - A | A

EXPECTATIVA

Silval deve anunciar nesta terça novo presidente da Agecopa

Governador concede coletiva antes de se reunir com prefeitos na AMM

LUIZ ACOSTA

Lenine Martins/Secom
Governador causa expectativa em relação ao nome do novo comandante da Agecopa
O anúncio do nome que vai substituir Yenes Magalhes no comando da Agecopa, que vem movimentando os bastidores nos últimos dias e provocando uma disputa muito grande entre os principais líderes políticos do Estado, ou, pelo menos a definição de uma data para oficialização da mudança do comando da agencia deverá acontecer na manhã desta terça-feira (12) durante entrevista que o governador SIlval Barbosa (PMDB) vai conceder na sede da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), ás 8h, a primeira depois do retorno da viagem de oito dias aos Estados Unidos.

Além de fazer um balanço sobre o resultado da sua primeira viagem internacional, o governador deve acabar com as especulações e as disputas sobre quem assumirá a presidência da Agecopa, que deixa de ser gerida pelo regime colegiado e passa para o regime presidencialista, como era no início, quando o ex-prefeito de Rondonópolis, Adilton Sachetti (sem partido hoje), foi indicado para a presidencia pelo ex-governador e atual senador por Mato Grosso, Blairo Maggi (PR).

A fogueira de vaidades que tomou conta dos seis diretores da Agecopa: Roberto França (diretor de comunicação e marketing); Yuri Bastos (Turismo); Carlos Brito (Infraestrutura); Jefferson Castro (orçamento); Agripino Bonilha Filho, (articulação interinstitucional) e Yenes Magalhães (presidente interino), está tornando cada dia mais difícil o relacionamento entre a diretoria, uma vez que cada um quer, no linguajar popular, “puxar a brasa para sua sardinha”, no intuito de mostrar trabalho.

Antes de viajar para o exterior, o governador Silval Barbosa havia dito que ainda não tinha conversado com ninguém a respeito da presidência da Agecopa, o que é difícil de acreditar já que a situação exige ações rápidas e definitivas uma vez que as cidades sedes (12) estão correndo contra o tempo em relação as obras exigidas pela Fifa para realização dos jogos da Copa do Mundo de 2014, principalmente na questão de infraestrutura e mobilidade urbana.

BRT ou VLT?

Barbosa também deverá se posicionar a respeito da escolha do projeto que será colocado em prática para melhoria do transporte de passageiros entre Cuiabá e Várzea Grande e na própria capital, em trechos específicos.

Nesse aspecto há também uma queda-de-braço entre o atual presidente, com apoio de alguns diretores da Agecopa, com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Riva (PP), que defende veementemente o VLT (Veículo Leve sobre Trilho), enquanto Magalhães afirma que já há recursos da ordem de R$ 450 milhões, garantidos desde 2009, pelo então governador Blairo Maggi (PR), para implantação do BRT, modelo implantado pela primeira vez em 1975 e que já é considerado ultrapassado.



Na semana passada, também em entrevista coletiva, Yenes Magalhaes afirmou que a definição sobre o melhor meio de transporte urbano vai ficar mesmo pro conta do governador Silval Barbosa, daí, a expectativa em torno da entrevista que o chefe do Estado dará na AMM antes da reunião com os prefeitos que compõem os Consórcios Intermunicipais do Desenvolvimento Economico.

Comente esta notícia

Gervásio Leite 11/04/2011

Um site que se propõe sério e que acaba de entrar no ar deveria falar a verdade: sob o comando do baixinho 128 processos, José Riva, alguns deputados estão quebrando a blindagem que havia na Agecopa contra a interferência política. O colegiado criado por Maggi impedia esta interferencia tanto da parte do próprio governo quanto da Assembleia. Agora o Riva poderá indicar qual dos seus amigos vai ganhar as licitações das grandes obras, pois afinal de contas quem manda em MT é ele, o Silval é fraco e não tem pulso, está nas mãos do baixinho, que é quem governa de fato. Quem votou no Silval foi vítima de estelionato, pois com a mudança na Agecopa ele mostra que quem manda é o Riva. Nota da Redação: Calma, caro Gervásio. o site só relata fatos. Mire sua ira para quem manda - se cha que a culpa é do Riva, dirija suas críticas a ele.

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros