Cidades Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2011, 18:28 - A | A

Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2011, 18h:28 - A | A

NOVAS TARIFAS

Prefeitos minimizam aumento dos valores do transporte coletivo

Reajuste para os dois municípios ficou em torno de 8%; valores passam a valer no domingo (11)

HÉRICA TEIXEIRA
herica@hipernoticias.com.br

 

Marcos Lopes - Secom Cuiabá

Chico Galindo (e), Márcia Vandoni e Tião da Zaeli anunciaram reajuste nas tarifas de ônibus

 

Após anunciar reajustes das tarifas do transporte coletivo e do transporte rodoviário, os prefeitos de Cuiabá e Várzea Grande, Chico Galindo (PTB) e Tião da Zaeli (PSD), respectivamente, avaliaram como “aceitáveis” o aumento das tarifas.

O usuário do transporte coletivo de Cuiabá vai passar a pagar R$ 2,70, enquanto que o usuário de Várzea Grande vai pagar R$ 2,60. Os aumentos começam a vigorar a partir de domingo (11).

Os reajustes foram anunciados na tarde desta sexta-feira (9), no Palácio Alencastro. Participaram da coletiva os prefeitos de Cuiabá e Várzea Grande, Chico Galindo, e Tião da Zaeli e a presidente da Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados (Ager), Márcia Vandoni.

Chico Galindo apontou ter ciência de que aumento não será bem visto pela população, mas que o reajuste está dentro do permitido. “Estamos dentro do limite. Não vamos agradar a população porque ela vai gastar mais. Nenhum prefeito gosta de anunciar aumento de gasto para população, mas tivemos que fazer. Estamos fazendo com tristeza”, defendeu.

Já o chefe do Executivo de Várzea Grande, Tião da Zaeli, foi mais enfático e apenas disse que reajuste está dentro do aceitável. “Está dentro da coerência, a população não tem do que reclamar”, avaliou.

A presidente da Ager, Márcia Vandoni, ressaltou que os reajustes se fazem necessários porque os gastos também tem aumentado. Ao ser questionado sobre a reivindicação dos usuários por melhores ônibus e principalmente, as frotas terem ar-condicionado, Vandoni frisou que atualmente 50% dos ônibus que trafegam em Cuiabá em Várzea Grande tem o sistema de refirgeração, e que alguns não tem porque há uma parcela da população que não gosta.

Vandoni ainda falou da licitação das linhas intermunicipais e ponderou que no prazo de 60 dias estará pronta.

NOVOS AUMENTOS

Chico Galindo e Tião da Zaeli argumentaram que até o ano de 2014 as tarifas já estarão equiparadas. Quando a Capital terá um novo modal de transporte, que é o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), e aí, conforme sustentou as autoridades, uma nova discussão vai girar em torno dos valores.

Galindo ainda assegurou que até o final de seu mandato os estudantes terão o vale transporte gratuitos.

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros