Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020, 12h:22

Tamanho do texto A - A+

Prefeito decreta toque de recolher em Alta Floresta após registro e 2 mortes

Por: JOELMA PONTES

O prefeito de Alta Floresta (791 KM da Capital) , Asiel Bezerra, decretou toque de recolher no município a partir desta sexta-feira (29), depois que o município confirmou duas mortes por Covid-19, o coronavírus, em menos de 24 horas. Os óbitos envolvem um detento da Cadeia Pública do município e um idoso de 79 anos. A medida, decretada na quinta (28), obriga que a partir desta sexta quem quiser circular pelas ruas do município de Alta Floresta tenha que apresentar documentos pessoais que comprovomem a necessidade de estar fora de casa. 

Marcos Lopes/HiperNotícias

planejamento estratégico/TCE/Asiel Bezerra/Alta Floresta

O decreto baixado pelo emedebista estabelece que o toque de recolher ocorra  a partir das 21h e, em caso de abordagem, que seja comprovado seu destino. Se a justificativa for trabalho, a pessoa terá de estar uniformizada ou apresentar documento que comprove a razão de estar na rua após o horário permitido, como a carteira de trabalho, por exemplo. 

A regra se estende aos funcionários do sistema 'delivery', que só poderão transitar com veículos identificados com o nome da empresa, além de apresentar documentação que comprove sua circulação pelo municípios, após o horário determinado pelo Executivo municipal.

"O município de Alta Floresta foi considerado como de Trasmissão Local pela secretaria de Estado de Saúde (SES) e, aguarda respostas quanto à Trasmissão Comunitária; após a flexibilização das medidas de prevenção da Covid-19 houve aumento alarmante dos casos", diz trecho do decreto 096/2020, ao alegar o aumento das restrições como forma de combate a disseminação do coronavírus.

Casos em MT

De acordo como o boletim sa Secretaria de Estado de Saúde (SES), divulgado na tarde desta quinta-feira (28), Mato Grosso já contabiliza 2.085 pessoas infectadas e 54 mortes em decorrência da Covid-19. Já são mais de 80 cidades contaminas, o que representa 57,44% de todo o territorio mato-grossense. Desse total, os municípios mais afetados são Cuiabá (455), Várzea Grande (148), Rondonópolis (108), Primavera do Leste (73), Tangará da Serra (59), Confresa (55), Barra do Garças (45), Lucas do Rio Verde (39), Sorriso (35) e Sinop (23).

Cenário nacional

Até a última quarta-feira (27) o Governo Federal confirmou 411.821 casos da Covid-19 no Brasil e 25.598 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, divulgado pelo Ministério da Saúde, o país contabilizava 24.512 mortes e 391.222 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei