Sexta-feira, 12 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,92
libra R$ 5,92

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,92
libra R$ 5,92

Cidades Terça-feira, 04 de Outubro de 2022, 11:40 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 04 de Outubro de 2022, 11h:40 - A | A

CONTRA O FOGO

Operação Abafa Amazônia é lançada para fiscalizar propriedades privadas

Esta é a primeira edição deste ano e acontece no norte do Estado

DA REDAÇÃO

A primeira edição da Operação Abafa Amazônia 2022 foi lançada na manhã desta terça-feira (4) em Mato Grosso pelas secretarias de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) e Meio Ambiente (Sema-MT) e acontece no norte do Estado. Os agentes fiscalizam propriedades privadas contra o uso não autorizado do fogo durante o período proibitivo de queimadas, bem como demais crimes ambientais. Outras duas ações estão previstas para até o final de 2022.

O Corpo de Bombeiros estima que R$ 287 milhões em multas já tenham sido aplicadas por uso irregular do fogo desde o início de 2022. O período proibitivo segue vigente até 31 de outubro, com restrições para o uso do fogo em áreas rurais para limpeza e manejo durante esses meses, levando em consideração o risco de incêndios florestais. Em áreas urbanas, o uso do fogo é proibido durante todo o ano.

Comandada pelo Corpo de Bombeiros, a operação conta com a participação da Sema, Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental, Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), Delegacia Especializada de Meio Ambiente (Dema), Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) e Diretoria da Força Nacional de Segurança Pública.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros