Cidades Terça-feira, 28 de Junho de 2011, 09:05 - A | A

Terça-feira, 28 de Junho de 2011, 09h:05 - A | A

GREVE NO FUNCIONALISMO

Governo e servidores da Empaer fecham acordo e greve chega ao fim

Realinhamento se dará da seguinte forma: 35% em 2011; 35% em 2012; e 30% em 2013, perfazendo um total de 100% daquilo que hoje têm direito os servidores da Empaer

Jupirany Devillart/AL
Secretário Zé Domingos, deputado licenciado, contribuiu nas negociações

Servidores da Empaer aceitaram na noite desta segunda-feira [ 27] encerrar a greve da categoria que já durava 10 dias.

Conforme o deputado estadual Admir Brunetto [PT], uma terceira proposta foi intermediada para que houvesse o consenso entre governo e os servidores, que queriam equiparar em dois anos seus salários aos dos funcionários do Indea –MT. O Paiaguás havia proposto a equiparação somente em quatro anos.

“Conseguimos negociar em cima de uma proposta consensual que prevê essa equiparação em três anos”, informou Brunetto ao Hipernotícias, após longa reunião entre as partes no auditória da Secretaria de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar [Sedraf].

Assim sendo, este alinhamento se dará da seguinte forma: 35% em 2011; 35% em 2012; e 30% em 2013, perfazendo um total de 100% daquilo que hoje têm direito os servidores da Empaer.

O secretário de Agricultura Zé Domingos havia considerado a hipótese de deixar o cargo caso não houvesse um desfecho imediato nas negociações com os servidores, e também algumas melhorias na estrutura Sedraf.

Coube ao Democratas, partido de Domingos, jogar panos quentes na situação e garantir que o deputado licenciado mantenha-se no comando da Secretaria, acreditando numa “maior sensibilidade”do governador Silval Barbosa [PMDB] para com o setor.

A volta dos mais de 300 técnicos estatutários ao trabalho, de acordo cm o parlamentar, já deve ocorrer a partir de hoje.

Com o fim da paralisação, o secretário José Domingos Fraga ganha mais fôlego para pôr em prática os projetos que ele anunciou assim que assumiu a Sedraf há exatos três meses. Domingos, que se licenciou da Assembléia Legislativa para assumir o desafio, vem se queixando de falta de estrutura e pouca verba para tocar a pasta.

“Nessa negociação o Zé foi muito companheiro e em momento algum se posicionou contrários às reivindicações dos servidores”, salientou Brunetto.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros