Segunda-Feira, 03 de Agosto de 2020, 16h:40

Tamanho do texto A - A+

Fogo atinge há três dias a aldeia Tadarimana em Rondonópolis

Por: WELLYNGTON SOUZA

Um incêndio de grandes proporções na aldeia indígena Tadarimana em Rondonópolis (a 216 km de Cuiabá) chegou ao seu terceiro dia nesta segunda-feira (3). Devido à gravidade do incêndio, o município ficou coberto pela fumaça, o que causou revolta em alguns moradores que passaram a ameaçar os indígenas.  

Divulgação

117157234_890920968098751_1909222751336098424_o.jpg

 

De acordo com informações do 3º Batalhão do Corpo de Bombeiro do município, o início do combate se deu na última sexta-feira (31) e se estendeu por todo o final de semana. Pelo menos oito militares atuam na área para conter a propagação das chamas.

Os bombeiros disseram ainda que a Prefeitura de Rondonópolis também está prestando apoio por meio de maquinários e brigadistas.

Indígena relata ameaças

O líder indígena Marcelo Alves Terena Coguiepa disse por meio de uma publicação no Facebook, que a comunidade sofreu alguns ataques dos moradores da cidade por causa da fumaça.

Por outro lado, ele afirma que os indígenas também foram vítimas das queimadas e que as causas desse incêndio ainda são desconhecidas.

"Uma das primeiras hipóteses levantado é que o fogo tenha começado de forma natural, através de reflexo refletido por algum objeto nas folhagens secas e ocasionando a queima", disse.

Ele explicou que no primeiro momento, os indígenas da etinia Boe Bororo tentaram controlar as chamas, porém a falta de equipamentos dificultou os trabalhos quando o fogo passou a atingir uma mata de difícil acesso.

"Nós indígena que sempre lutamos para garantir a proteção de nossas matas e da biodiversidade que nela existe, nos entristecemos com a consequência de uma queima de grande proporção. Além de ver toda a mata verde virarem cinzas, ainda temos que lidar com as ofensas e calúnia por parte daqueles que desconhecem nossos princípios e nosso modo de vida", declarou. Veja depoimento na íntegra.

Credito: Divulgação
Credito: Divulgação
Credito: Divulgação
Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei



Últimas Notícias