Terça-feira, 21 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,10
euro R$ 5,53
libra R$ 5,53

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,10
euro R$ 5,53
libra R$ 5,53

Artigos Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016, 09:38 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016, 09h:38 - A | A

Alerta para o câncer de pâncreas entre pessoas com sobrepeso e obesas

Ter hábitos saudáveis também é imprescindível na prevenção do câncer, e não apenas no acompanhamento dos pacientes

ROBERTO BARRETO

Arquivo pessoal

Dr. Roberto Barreto

 

Câncer e obesidade são duas das principais epidemias globais da atualidade. Quando se encontram num mesmo indivíduo, os efeitos são devastadores. A obesidade é o segundo maior fator de risco evitável para o câncer e perde apenas para o tabagismo. Já a mortalidade da doença é maior entre esta população.  De acordo com pesquisa realizada pelo IBGE quase 60% dos brasileiros estão acima do peso, os dados anunciados traduzem a urgência de se pensar políticas públicas adequadas à prevenção e tratamento do sobrepeso e obesidade.

 

O mecanismo pelo qual a obesidade aumenta a incidência e a progressão do câncer não é bem conhecido, mas várias hipóteses têm sido estudadas. Ter hábitos saudáveis também é imprescindível na prevenção do câncer, e não apenas no acompanhamento dos pacientes. Algumas mudanças nos nossos hábitos alimentares podem nos ajudar a reduzir os riscos de desenvolver o câncer. 

 

Frutas, verduras, legumes e cereais integrais contêm nutrientes, tais como vitaminas, fibras e outros compostos, que auxiliam as defesas naturais do corpo a destruírem os carcinógenos antes que eles causem sérios danos às células. As fibras, apesar de não serem digeridas pelo organismo, ajudam a regularizar o funcionamento do intestino, reduzindo o tempo de contato de substâncias cancerígenas com a parede do intestino grosso.

 

As pessoas geralmente associam o câncer ao histórico familiar, o que gera certa inércia em relação à adoção de hábitos saudáveis. É necessário conscientizar sobre a responsabilidade de cada um na prevenção do câncer, através do controle do sobrepeso e de outros fatores de risco. 

 

Assim, este é mais um estímulo para manter o peso dentro da faixa ideal, através de uma combinação de dieta e exercícios. Dessa maneira, o indivíduo estará não apenas se protegendo contra doenças cardíacas e do diabetes, como também melhorando sua qualidade de vida e bem-estar, além de reduzir de forma significativa o risco de desenvolver vários tipos de cânceres.

 

*ROBERTO BARRETO é vice presidente da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva em Mato Grosso (Sobed-MT) e diretor técnico do Centro de Endoscopia de Cuiabá (CEC). 

 

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião do site de notícias www.hnt.com.br

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros